Queijo produzido em Canela é destaque entre os visitantes

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Estreantes na feira, os queijos da Agroindústria Alvorada Missioneira, de Canela, já caíram no gosto de visitantes de todas as partes do país e de fora. “Estou fascinado com a qualidade dos produtos. Em especial, dos queijos. O meu favorito é o banhado no vinho. Aprovadíssimo!”, exclamou o expositor Rafael Loppnow, de Timbó, Santa Catarina.

“Quem prova, leva. Trouxemos em torno de 600 peças e já estamos reforçando o estoque para não deixar ninguém na mão”, festejou Carlos Kaeffer, um dos proprietários. No estande, o cliente encontra ainda doce de leite artesanal, sem amido e sem glicose, para fazer uma combinação perfeita.
Há sete anos no mercado, a agroindústria, com premiação nacional, produz em torno de 10 tipos de queijos artesanais e derivados e industrializa 400 litros de leite/dia. A ideia é chegar a 1.000 litros/dia com a mesma excelência. Entre eles, o Chanclixe, queijo árabe que é recorde em vendas e também na opção banhada em azeite de oliva para facilitar o transporte para outros estados.
O eletricista César Dias, de Getúlio Vargas, circulou pelos corredores acompanhado do sogro e com lista de compras. “Para toda a família. A ideia é levar queijo, pão, biscoito integral e rapadura”, justificou.
No pavilhão, são 191 estandes e 226 empreendimentos de 129 municípios do estado. Em 2019, o volume de negócios chegou a R$ 1,05 milhão. O espaço é organizado por meio de uma parceria entre a Cotrijal, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento (SEAPDR), Emater/RS-Ascar, Fetag e Fetraf.

Gostou? Compartilhe