Prática teatral para todas as idades

Fruto de uma parceria entre três coletivos culturais do município, oficinas de teatro começam a ser promovidas no Rito Espaço Coletivo e no Espaço Andorinhas

Por
· 4 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Em Passo Fundo, os coletivos independentes estão entre as figuras mais ativas na promoção de manifestações culturais. Juntos e com base em suas próprias vivências, eles compreendem a importância de difundir os conhecimentos relativos à criação artística e levá-los a novas pessoas. É por isso que, constantemente, esses grupos unem esforços em prol de uma atividade em comum, como é o caso das oficinas de teatro que serão novamente promovidas no Rito Espaço Coletivo e no Espaço Andorinhas, a partir do dia 30 deste mês.

 

As aulas, que começaram a ser realizadas no ano passado, são fruto do espírito colaborativo que perpassa três grupos nascidos no município: o Grupo Ritornelo de Teatro, o Teatro Depois da Chuva e o Andorinhas – Coletivo em Movimento. Enquanto algumas aulas são ministradas no Espaço Andorinhas, outras são abrigadas pelo Rito Espaço Coletivo, um ambiente que serve de lar para uma série de outros artistas locais. Fundado em novembro de 2016, o espaço é mantido graças a uma parceria entre o Grupo Ritornelo de Teatro e a Fundação Lucas Araújo.

 

Co-criador e gestor cultural do Andorinhas, o artista educador Max Antunes é um dos responsáveis pela promoção das oficinas.  Natural de Minas Gerais, ele conta que a ideia de criar oficinas de teatro para todas as idades surgiu em outubro de 2017, quando visitou Passo Fundo e o que era para ser apenas uma viagem temporária transformou-se em uma mudança de cidade. “No final da visita, eu me permiti perder a passagem de volta e ficar por aqui. A partir daí, a minha companheira Ani Daltoé [que também é artista educadora] foi me apresentando o cenário cultural de Passo Fundo e as pessoas envolvidas com teatro”.

 

Ainda segundo Max, “o intercâmbio natural e essencial para a (res)existência do teatro criou um vínculo entre os grupos Andorinhas, Ritornelo e Teatro Depois da Chuva. Ao observar o contexto da formação de atores e público em Passo Fundo, tomamos como propósito e responsabilidade criar as oficinas de teatro”. Para ele, ministrar tais oficinas é uma maneira de levar a cena cultural de Passo Fundo a um lugar novo, em sintonia com o fazer teatral contemporâneo.

 

Conheça as oficinas

Neste ano, quatro turmas acolhem alunos com idades entre oito e, como brinca Max, “duzentos” anos, sem qualquer restrição entre aqueles que já praticaram a arte teatral e quem tem contato com a área pela primeira vez. Afinal, nas palavras do educador, “tudo que vivemos nos prepara para o momento presente. Qualquer pessoa que sinta o interesse pelo teatro, seja por quais forem os motivos, essas são as pessoas certas para a oficina”, garante.

 

Sobre a dinâmica das aulas, Max esclarece que tudo acontece de maneira bastante intuitiva, a partir da relação criada entre os alunos e o professor. “É um curso livre de teatro e, como tal, não há outro caminho para o artista educador, senão, lançar mão de todas as ferramentas (adquiridas em sua formação e experiências artísticas) de forma intuitiva, de acordo com o que o grupo traz como motivação para a própria presença. Com isso todos os aspectos do fazer teatral são vistos e experienciados nessas oficinas. Um curso de teatro nunca tem fim, é vivido”.

 

Experimenta teatro – Oficina para curiosos

Quando: Segundas-feiras, às 19h30

Público: +16 anos

Onde: Rito Espaço Coletivo (Rua Aníbal Bilhar, 900A)

A oficina é destinada a jovens e adultos. Tem o objetivo de reconhecer, através da prática de exercícios psicofísicos, o corpo-em-vida (decidido e dinâmico), buscando potencializar as capacidades expressivas, sensíveis e artístico-criativas.

Ministrante: Betinha Mânica é atriz, diretora, figurinista e professora de teatro, além de coordenadora do Teatro Depois da Chuva de Passo Fundo e membro do Patuanú – Núcleo de Pesquisa em Dança Pessoal de Ator.

 

Jogando com Teatro

Quando: Sábados, às 14h

Público: 8 a 12 anos

Onde: Rito Espaço Coletivo

 

A oficina buscará, através do desenvolvimento de jogos dramáticos e teatrais, brincadeiras e exercícios vocálicos, estimular nos participantes a concentração, criatividade, disciplina, escuta, comunicação verbal e não-verbal e capacidade de trabalhar em equipe.

Ministrante: Ana Marques é atriz e produtora do Teatro Depois da Chuva, onde atualmente assina criação e interpretação do espetáculo “História (des)contada”. Formada em Produção Cênica pela UPF em 2010.

 

Nós aqui fazemos teatro

Turma 1 – Terças-feiras, às 19h30

Onde: Espaço Andorinhas (Rua Morom, 803, Petrópolis)

Turma 2 – Sábados, às 10h

Onde: Rito Espaço Coletivo

Público: +16 anos

 

Nesta oficina, colocasse-se em prática o processo criativo teatral inspirados na criação coletiva e no processo colaborativo, partindo da construção de um relicário comum de jogos, códigos e acordos que propiciam uma prática envolvente e engajada, fluída e intensamente criativa.

 

Ministrante: Max Antunes formou-se em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto - MG. Hoje se dedica à pesquisa e prática do Teatro, das Contações de Histórias e da Dança Contato-Improvisação.

 

Os jovens aqui fazem teatro

Quando: Quartas-feiras, às 18h30

Onde: Espaço Andorinhas

Público: 12 a 15 anos

 

Conforme o ministrante desta oficina, Max Antunes, define, quando é dito que o teatro nos transforma, poucas palavras não dão conta de explicar como ou por que isso acontece. “Seria impossível tentar explicar isso, e ainda, o conhecimento agregado pelo fazer teatral, sem apontar que ali olhamos por outros pontos de vista. Na comum-união de uma sala de teatro co-criamos e co-habitamos um espaço de respeito mútuo, diálogo entre pontos de vista distintos e também semelhantes. Há crescimento”. Assim, o artista educador define Os Jovens Aqui Fazem Teatro como um ambiente para entender a si e ao outro a partir da arte teatral.

 

Inscrições

As inscrições podem ser feitas no link: bit.ly/2T96w7b. O valor mensal das oficinas varia entre R$ 70 e R$ 120; há ainda desconto para aqueles que desejarem pagar de maneira trimestral. Mais informações pelo telefone (54) 9 9905-2888.

Gostou? Compartilhe