Arte por toda parte

Exposição itinerante promovida pela Confraria das Artes deve percorrer a cidade nas próximas semanas

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Arte e cultura marcaram a última quinta-feira em Passo Fundo. Na data de abertura da Semana do Município e de reabertura dos museus da cidade, que estavam interditados por problemas estruturais, a população pôde conferir a estreia de uma série de exposições de artes visuais. Uma delas, intitulada “Arte por toda parte”, aproveitou a data para dar o pontapé inicial em seu roteiro de peregrinação pelas ruas passo-fundenses. É que, embora esteja instalada na área externa do Espaço Cultural Roseli Doleski Pretto no momento, a mostra tem o aspecto itinerante como sua característica principal.

Como explica a coordenadora da Confraria das Artes, Lindiara Paz, responsável por promover a exposição com o apoio da Secretaria de Cultura, a ideia é que as obras percorram espaços que não costumam ser contemplados com arte de maneira frequente. “O Museu de Artes Visuais Ruth Schneider e o Museu Histórico Regional têm em seus espaços obras e acervos incríveis, mas que muitas pessoas nunca viram porque têm receio de entrar. Às vezes, elas não sabem se podem entrar, se precisa pagar algo... Com a ‘Arte por Toda Parte’, a gente quer trazer um pouco desse acervo para fora. Deixar ao ar livre permite que mais pessoas, ao passar pela rua, vejam as obras e conheçam o trabalho de artistas passo-fundenses. Então queremos que ela, realmente, tenha esse aspecto itinerante. É inovador para a cidade”, explica.

O primeiro local a receber os cavaletes da exposição, exceto o Espaço Cultural Roseli Doleski Pretto, é o largo em frente aos prédios dos museus. Será neste sábado (3), a partir das 10h30min, acompanhando a edição do projeto “Música na Praça”, que também integra a programação da Semana do Município. “Em breve, teremos outros locais definidos onde levaremos as obras ao longo do ano. Mas, quando não estiver em outros espaços públicos, ela ficará aqui no Espaço Cultural Roseli Doleski Pretto. É um atrativo para que as pessoas se aproximem e tenham curiosidade em entrar nos museus”, diz Lindiara. “Arte por toda parte” é uma exposição composta por fotos e ilustrações feitas por artistas membros da Confraria das Artes, do Grupo da Foto, do MAVRS, da Faculdade de Artes e Comunicação e do Instituto Histórico.

Agenda cheia

Outras três exposições abrem-se ao público junto com as portas dos museus. No MAVRS, o público pode, desde já, visitar um acervo de obras da artista Ruth Schneider e, a partir desta segunda-feira, a exposição “Sobre a Abertura do Espaço”, com obras do artista Elias Maroso, vencedor do concurso de Arte Impressa do Instituto Goethe. Já no MHR, estão abertas para visitação as exposições “Museu Histórico Regional: Tradição e simbologia em Passo Fundo e região”; “A Música que toca”, com acervo de pianos e instrumentos musicais; e “Bonecas do Cioff”. Há ainda a exposição “Passo Fundo em Múltiplas Imagens”, na Sala de Exposições Desdêmona Machado Aires, no Teatro Municipal Múcio de Castro. As exposições são de curta duração e ficam abertas até o dia 9 de setembro.

Para a coordenadora dos museus, Tânia Aimi, o clima é de comemoração, já que os prédios voltaram a funcionar depois de muito tempo tendo suas portas fechadas. “O MAVRS ficou interditado por dois anos e o MHR por oito meses. Receber eles novamente, revitalizados e com toda a parte elétrica recuperada, é um presente. Estamos falando de espaços de lazer e de cultura oferecidos gratuitamente à comunidade. Por isso, é extremamente importante que a população perceba e usufrua deste espaço. Ao entrar aqui, além de visitar e ampliar seus conhecimentos, a população pode participar ainda de oficinas promovidas pela nossa equipe”, celebra.

Além das exposições mencionadas, os museus também integram a programação do Conexão 12h de Cultura, ação que faz parte da programação da Semana do Município e prevê 12 horas de atividades artísticas e culturais no Espaço Roseli Doleski Pretto. O evento ocorre no dia 10 de agosto. 

Gostou? Compartilhe