?sltimos dias de programação

Evento literário encerra neste domingo (10). Agenda de atividades não deve sofrer alteração, mesmo com a possibilidade de permanência da chuva nos próximos dias

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir sua matéria?

O balanço é positivo para a 33ª Feira do Livro de Passo Fundo. Faltando ainda três dias para encerrar a programação, o evento já registrou a circulação de, pelo menos, 12 mil pessoas. De acordo com a organização do evento, o número – que contabiliza apenas escolas e grupos que agendaram a visita ao espaço – é superior ao registrado na última edição da feira, em período semelhante. Funcionando no famoso Lonão da Literatura, pela primeira vez instalado no estacionamento aberto do Passo Fundo Shopping, desde o primeiro dia deste mês, a iniciativa tem oferecido ao público atrações gratuitas que visam valorizar e fomentar o interesse da população pela leitura e as manifestações culturais. A programação encerra neste domingo.


Chuva
De volta ao ar livre, depois de quatro edições em espaço fechado, o número informado pela coordenação da feira aponta que nem mesmo o mau tempo desanimou o público visitante. É que, no decorrer dos sete dias de evento, o acumulado de chuva em Passo Fundo chegou a 77mm, cerca de 60% da média histórica esperada para todo o período de novembro. Houve até mesmo registro de um temporal no último domingo (3), quando a chuva e o vento intenso causaram transtornos para os expositores: livros acabaram estragados depois de serem molhados pela precipitação. “Quando acontecia dentro do Bourbon, estávamos seguros. Agora, ao mesmo tempo que retomamos a magia da lona, ficamos suscetíveis ao clima. Temos uma estrutura muito boa, a lona está forte, mas feiras ao ar livre são assim, surgem probleminhas. No dia do temporal, o pisou acumulou bastante água e tivemos livros molhados. Mas os livreiros não tiveram prejuízos, quem se responsabiliza por ressarcir isso é a empresa que montou a estrutura”, defende a coordenadora da 33ª Feira do Livro de Passo Fundo, Silvana Rovani.


Público recorde


Ainda de acordo com ela, o público tem alcançado índices recordes para o evento. Além dos doze mil participantes que agendaram visita, há ainda números não contabilizados de outros visitantes que passam pelo espaço para conferir a programação ou comprar livros sem efetuar algum cadastro – já que não é necessário inscrever-se para participar. “Normalmente, esse público vem à noite. Como não temos uma maneira de registrar quem passa por aqui, fora as escolas e grupos, fica difícil estimar o público total. O que podemos dizer é que as atividades têm ficado lotadas, faltam cadeiras”. Silvana atribui o aumento de público à curiosidade da população pelo novo espaço da feira e à programação recheada do evento. “Nossa agenda está bem eclética, estamos dando a oportunidade para que a comunidade entre em contato com todo tipo de literatura, de cultura e com diversos autores”.


Quanto à venda de livros, a coordenadora da feira afirma que só será possível estimar o montante comercializado após o encerramento do evento. Ela adianta, porém, que em conversas informais os livreiros têm comentado observar um saldo superior ao da última feira. De qualquer forma, a venda de livros é apenas a cereja do bolo. A importância é divulgar o livro físico e não deixar morrer a literatura. Nós acreditamos muito no poder do livro, ele realmente transforma e une o ser humano: somente aqui na feira, por exemplo, o livro trouxe para nosso palco a dança, a música e o teatro”, exemplifica.


Programação
Embora restem apenas três dias de programação, a Feira anida segue cheia de atividades agendadas até o domingo. Nesta sexta-feira, às 9h30min, o público confere no Lonão da Literatura um bate-papo com o autor Júlio Emilio Braz; às 10h30min, o campeonato de Slam do Sesc; às 15h, a Estação de Leitura, com a EMEF Professora Helena Salton; às 17h, Fantasia e Literatura, com o Instituto Menino Deus; às 18h30min, apresentações musicais da Musiclass; e às 19h30min, o LiteraMúsica – A arte da palavra em ritmo(s).


No sábado, o dia de programação começa às 9h30min, com oficinas de violão, teatro, dança, coral e flauta, promovidas pelo Quiosque de Leitura Roberto Pirovano Zanatta; das 10h às 19h, uma Mateada Literária; e às 19h30min, a apresentação do espetáculo Teatral “O Bilhete”, pelo Grupo Timbre de Galo. Por fim, no domingo, é a vez de conferir uma apresentação de dança, música e declamação da Escola Bom Pastor, às 14h30min; e espetáculos de danças entre as 15h30min e 17h, com o Clube da Dança Passo Fundo, o Grupo de Danças Folclóricas da UPF, a Baillar Centro de Danças e a Petipá Espaço da Dança. O show de encerramento fica por conta da banda Pink Floyd Cover de Nova Prata, às 18h.

Gostou? Compartilhe