Arquivo Histórico Regional e Instituto Histórico participam da 5ª Semana Nacional de Arquivos

Por
· 3 min de leitura
Atividades do AHR e IHPF acontecem de 7 a 9 de junho (Foto: Divulgação)Atividades do AHR e IHPF acontecem de 7 a 9 de junho (Foto: Divulgação)
Atividades do AHR e IHPF acontecem de 7 a 9 de junho (Foto: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

A partir do dia 7 de junho, o Arquivo Histórico Regional da Universidade de Passo Fundo (AHR/UPF) e o Instituto Histórico de Passo Fundo (IHPF) propõem uma série de ações integradas a programação da 5ª Semana Nacional de Arquivos. A data se refere à semana em que se comemora o Dia Internacional dos Arquivos (9 de junho) e ocorre a Semana Internacional dos Arquivos 2021, ambos estabelecidos pelo Conselho Internacional de Arquivos (ICA). A data é uma homenagem aos arquivos, fazendo parte de um calendário internacional. A cada ano, o ICA lança um tema diferente para inspirar os eventos. O deste ano é “Empoderando arquivos”.

A Semana é uma temporada de eventos em arquivos e outras instituições de memórias de todo o país. Seu objetivo é aproximar essas instituições da sociedade e divulgar os valiosos trabalhos nelas desenvolvidos. O evento acontece em instituições de todo o país – que planejam ações especiais para a Semana, tais como arquivos, entidades detentoras de acervos, centros de memórias e outras instituições culturais.

A entidade responsável pela ação é o Arquivo Nacional. O objetivo da Semana de Arquivos é aproximar os arquivos da sociedade, atuando como um instrumento facilitador do acesso à informação, de modo a apoiar o cidadão na defesa de seus direitos e a incentivar a produção de conhecimento científico e cultural – uma das funções dos arquivos. A Semana ainda enfatiza a potencialidade dos arquivos como equipamentos culturais, aumenta sua visibilidade, divulga os valiosos trabalhos desenvolvidos nesses espaços, entre outros. A programação nacional completa estará disponível em junho no site http://semanadearquivos.an.gov.br e demais canais institucionais.

A programação proposta pelo Arquivo Histórico Regional e o Instituto Histórico de Passo Fundo acontecerá de maneira on-line, sendo aberta a todos os interessados e sem necessidade de inscrição prévia. A transmissão das atividades acontecerá pelo Facebook das entidades e pelo canal do Youtube do AHR.  


Programação


7 de junho, às 18h

Roda de Conversa FotoMemória: Estudando acervos, socializando memórias  

Atividade on-line, com transmissão pelo Facebook IHPF e Youtube AHR, no modelo de uma “roda de conversa”, identificando conteúdo e personagens nas fotografias que se encontram nos diferentes acervos privados custodiados pelo AHR e IHPF, a fim de garantir a preservação das histórias e memórias de espaços e indivíduos que compuseram e compõem a história de Passo Fundo/RS. Esta atividade possibilitará a ampliação das ações do Projeto FotoMemória, pois, à medida que mais indivíduos compreenderem que seus registros, além de memórias pessoais e familiares, congregam conteúdos que dizem respeito a períodos, épocas, locais e modos de vida das comunidades de Passo Fundo, e, consequentemente, da história da cidade e do município.


8 de junho, às 18h

Lançamento do Catálogo da Imprensa periódica de Passo Fundo

Atividade on-line, com transmissão pelo Facebook IHPF e Youtube AHR, com o objetivo de disponibilizar aos pesquisadores, interessados e comunidade em geral o catálogo virtual da Imprensa periódica de Passo Fundo, a partir das hemerotecas do Instituto Histórico de Passo Fundo e do Arquivo Histórico Regional. O catálogo integrará o site coletivo “Projeto Passo Fundo”, no qual alguns dos periódicos já estão disponíveis digitalmente e onde a comunidade pode publicar trabalhos literários, biográficos e históricos, fotografias de autoria própria, etc.


9 de junho, às 18h

Documentos manuscritos: entre matéria e conteúdo

Atividade on-line, com transmissão pelo Facebook AHR/IHPF e Youtube AHR, com foco na materialidade dos documentos manuscritos (paleografia) e em sua estrutura formal, ou seja, o contexto jurídico-administrativo da gênese, produção e aplicação (diplomática). A proposta é apresentar a origem comum de ambas as disciplinas, enfatizando as especificidades e a importância em conhecê-las quando se trabalha com manuscritos. Além disso, propõe-se a lançar algumas reflexões a respeito do significado do documento enquanto vestígio material de uma sociedade. A atividade será ministrada pela arquivista Vanessa Gomes de Campos, que fará o lançamento do Projeto Lendo o Arquivo, proposta que visa o estudo, instrumentalização e transcrição paleográfica de documentos, visando também a difusão das fontes inéditas custodiadas pelo Arquivo Histórico Regional.

Gostou? Compartilhe