Crescimento do emprego em 2012 foi de 2,60%

No ano, setor que mais empregou foi o de serviços, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O ano de 2012 teve a geração de 1.412 novos postos de trabalho em Passo Fundo. O setor responsável pelo maior número de empregos celetistas foi o de serviços, com a criação de 754 vagas. Em segundo lugar está a construção civil, que no ano passado aumentou em 327 o número de postos. A terceira colocação foi do comércio, com 292 vagas. Em quarto lugar, está o setor de agropecuária, com a criação de 37 vagas. Os dados, apresentados através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), demonstram um crescimento de 2,60% no emprego em Passo Fundo no ano de 2012.

No Rio Grande do Sul, o ano foi de 3,23% de crescimento do emprego, com a geração de 81.404 vagas no mercado de trabalho. O número, porém, ainda está distante do recorde obtido em 2010, quando o Estado foi responsável pela criação de 180.732 empregos celetistas. No país, foram criados 1.301.842 postos de trabalho com carteira assinada em 2012. Os dados apontam um crescimento de 3,43% em relação ao estoque de empregos de dezembro de 2011. Este aumento originou-se do saldo de 21.619.521 admissões contra 20.317.679 desligamentos.

Em dezembro
O último mês do ano, de outro lado, não foi positivo para o emprego em Passo Fundo, pois o índice teve um decréscimo de 0,60%, o que representou 335 postos de trabalho a menos. Dos principais setores, a indústria de transformação, a construção civil e os serviços tiveram índices negativos. Apenas o comércio manteve-se positivo, com nove contratações a mais que demissões.

Gostou? Compartilhe