OPINIÃO

Reconhecer é preciso

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Festejado desde o ano de 1924, quando do centenário da chegada da primeira leva de imigrantes alemães no Vale do Rio dos Sinos, o Dia do Colono tem lugar cativo no Calendário de Eventos do RS. No mesmo dia 25 de julho, consagrado a São Cristóvão, é celebrado o Dia do Motorista. Diferentemente do ano passado, quando as tradicionais festas foram canceladas em função da pandemia da covid-19, muitos municípios e entidades irão fazê-la neste final de semana, seja de forma presencial, hibrida, ou online, respeitando as normas protetivas ao coronavírus. A vacinação contra a covid-19, e as medidas de distanciamento determinadas pelos governos dos estados e municípios, com a resposta da sociedade, arrefeceram nas últimas semanas as estatísticas de infecção, internações e mortes. Mas é preciso se manter em guarda.

 

II - A importância do setor primário em toda a região Norte do RS, remonta ao início do século passado. A colonização promovida, tanto pelo Estado, quanto por empresas particulares, foram fundamentais para a ocupação do território ao longo da estrada de ferro Santa Maria - Marcelino Ramos. E no ano de 1913, com a inauguração da ponte metálica na divisa do RS com SC, se estabeleceu o fluxo do transporte ferroviário interestadual de carga e passageiros. Além da atividade extrativista da madeira, importante ciclo econômico que se estendeu até os anos de 1960, a produção de alimentos garante desde então o abastecimento de pequenos, médios e grandes centros. Outra importante atividade foi à criatória, notadamente de suínos, processada e comercializada pelas cooperativas de produção. E na sequência a triticultura, milho e soja.

 

III - O transporte dos insumos para o campo, e a produção deste para o comércio e a indústria, e ainda os alimentos até os distribuidores e o mercado consumidor, conta com o trabalho profissional do motorista. As atividades das duas categorias se complementam. O arrefecimento do modal ferroviário, o incremento na indústria de veículos automotores, e os investimentos em novas rodovias a partir do governo Juscelino Kubitschek (1956 - 61), tiveram efeitos socioeconômicos com reflexo até a atualidade. A mecanização da agricultura e da pecuária, aliada a evolução dos insumos e da genética, colocaram o país entre os principais produtores mundiais de grãos e carne. Para percorrer o trajeto diário até o local de trabalho, milhões de brasileiros se valem do transporte de passageiros.

 

IV - O número de veículos emplacados em Getúlio Vargas e nos seis municípios vizinhos totalizava em maio último, a cifra de 30.310. Deste total, 1.666 eram caminhões, 387 reboques e 578 semirreboques. E ainda 187 ônibus e 98 micro-ônibus. Fica evidente que o setor responde por significativo número de postos de trabalho. Aos transportadores autônomos de carga somam-se os funcionários das empresas, do setor público, dos ônibus urbanos, intermunicipais e interestaduais, incluindo os taxistas, entre outros. Dentre as empresas de transportes estabelecidas no município, está a Expresso Hércules, que neste ano completou 30 anos. Além de cobrir as regiões Sul, Centro Oeste e Sudeste, a empresa atende a Bahia. E desde 2001, rotas internacionais para a Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

 

# Uma moção de repúdio foi aprovada pela Câmara de Vereadores de Sertão na sessão realizada na noite de segunda-feira (19).

# Na justificativa: “a forma descortês, ríspida e carente civilidade e que demonstra falta de boas maneiras e respeito no trato aos cidadãos da nossa comunidade”.

# E segue a moção: “... nos atendimentos realizados pelo Servidor Estadual, na Inspetoria Veterinária local”.

# Assinam os vereadores Dirlei Bernieri (PSB), Adenilson da Silva Góis (PSB), Egídio Roque Novelli (MDB), Alexandre Didoné (MDB), Zenir Miguel De Gregori (PP), José Davi Trindade (MDB) e Fábio Gobbo (MDB).

# Um município da região conquistou o prêmio Estadual “Te Vacina”, oferecido pelo Governo do Estado para os que mais vacinaram contra a covid-19.

# O governo de Barra do Rio Azul, que possui uma população estimada em 1.655 pessoas (IBGE-2020), ficou em segundo lugar na categoria e vai receber R$ 25 mil.

# Emancipado no ano de 1992, o município de Barra do Rio Azul é administrada pelo prefeito Marcelo Arruda (PTB), e Dirceu Agostinho Fiabani é o titular da Secretaria da Saúde.

# O prefeito Mauricio Soligo (PP), acompanhado pelo vereador e líder do Governo na Câmara de Vereadores, Sérgio Lima (PTB), esteve em Porto Alegre no inicio da semana.

# Na companhia de Vilmar Soccol, assessor do deputado Dirceu Franciscon (PTB), cumpriu agenda na Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios e na do Turismo.

# Na pasta, comandada por Luíz Carlos Busato, a comitiva entregou o projeto de pavimentação de ruas de Getúlio Vargas.

Dito & Feito

O Governo Municipal de Ipiranga do Sul recebeu na terça-feira (20) novas câmeras de videomonitoramento. São duas câmeras LPR (Leitor de Placas de Veiculares doadas ao município pelo Sicredi para identificação de carros e motos. 

Gostou? Compartilhe