Proerd forma 90 alunos da rede pública

Programa de resistência às drogas completa 19 anos no município

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Noventa alunos da rede municipal fizeram o juramento de resistência às drogas na tarde de hoje (29), durante cerimônia de formatura do Proerd, que ocorreu na sede do 3° Regimento de Polícia Montada. O curso foi ministrado para estudantes de 5° ano, em duas escolas da cidade: Notre Dame e Maria Dolores Freitas Barros.
De acordo com o comandante, major Paulo César de Carvalho, embora o número de alunos formados em Passo Fundo tenha reduzido, se comparado aos anos anteriores, em nível de regimento, ele aumentou. Foram 400 participantes da rede municipal de Marau e Tapejara, além de Passo Fundo.
Por aqui, a baixa de turmas ocorreu por dois motivos: alguns instrutores foram para a Reserva da Brigada Militar, aposentados, outros passaram ao trabalho ostensivo, devido à alta demanda na cidade. “Precisamos entender que os instrutores são policiais voluntários”, explica.
Desde 1998
Há 19 anos no município, o programa trabalha noções de cidadania, a fim de reduzir o uso de violência entre os jovens – e, futuramente, adultos. “Eles também aprendem a reconhecer as pressões diretas e indiretas ao uso das drogas, sejam elas lícitas, como álcool e tabaco, ou ilícitas – drogas”, diz e completa: “Por isso fazem o juramento, durante a formatura, de resistência”.
Proerd
O Programa Educacional de Resistência às Drogas é um projeto onde os policiais militares, fardados e devidamente treinados, desenvolvem um curso de prevenção as drogas e a violência nas salas de aula. Ele existe desde 1992 no Brasil, como adaptação do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education - D.A.R.E., surgido em 1983.

Gostou? Compartilhe