Homem é preso acusado de furto de veículos e extorsão

A Operação 77 investiga uma quadrilha que pratica esses delitos

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Na tarde desta segunda-feira (11), a Polícia Civil prendeu um homem, de 30 anos, acusado de integrar uma quadrilha que extorquia vítimas após furto de veículos. A prisão ocorreu no bairro Leonardo Ilha, durante a Operação 77, que visa o combate aos crimes de furtos de veículos, extorsão e associação criminosa. Uma equipe da Draco realizou a prisão e também cumpriu três ordens judiciais.

 

Durante a investigação ocorreu o furto de três veículos, com a consequente extorsão dos valores, que eram praticados por uma associação criminosa. O primeiro furto ocorreu no dia 02 de dezembro de 2017, por volta das 19h30, quando a vítima estacionou sua caminhonete Ford F1000, de cor amarela, em frente a uma igreja localizada na Rua Olavo Bilac, bairro Petrópolis. Por volta da 21h ao sair do culto o veículo, a vítima notou que o veículo havia sido subtraído.

 

Furto II

No dia 21 de dezembro de 2017, um veículo GM/D20, foi estacionado em via pública por volta das 11h, na Rua Independência. Ao retornar a vítima notou que o carro havia sido furtado. Logo o assaltando ligou para a vítima e exigiu cinco mil reais para devolver o veículo, ele mandou fotos e ameaças, para que a polícia não fosse envolvida. Porém o resgate não foi pago.

 

Furto III

Uma GM/S10 foi estacionada em um mercado no bairro Petrópolis, no dia 15 de fevereiro de 2018, por volta das 15h26min. Cerca de uma hora depois, o dono percebeu que o veículo foi furtado. Novamente os assaltantes ligaram para a vítima exigindo 5 mil reais para devolver o veículo.

 

Os policiais analisaram as imagens das câmeras de segurança do mercado e constataram que um veículo Gol com dois tripulantes, foi utilizado para realizar o furto. Um terceiro criminoso estava dirigindo a S10 furtada

 

Após diligências, o proprietário do Gol foi identificado e preso na segunda, durante a Operação que investiga outros envolvidos neste tipo de crime. Os policiais afirmaram que os furtos de veículos, seguidos pela extorsão, vem aumentando nos últimos meses, e que enquanto as vítimas pagarem o resgate, o crime só será mais estimulado.

Gostou? Compartilhe