Vítima de feminicídio de Sertão já havia denunciado marido em 2010

Após atirar contra a mulher, marido ligou para a filha

Por
· 1 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

Marilene Beatriz Bernieri, de 60 anos, foi morta com um disparo de arma de fogo na noite de segunda-feira (23) no município de Sertão, a 40 quilômetros de Passo Fundo. O marido, autor dos disparos, ligou para a filha do casal após o disparo, mas até à tarde desta terça-feira (24) não havia sido preso.  

 

Segundo o delegado Adroaldo Schenkel, a mulher foi atingida por um disparo dado por um revolver calibre 38, localizado no local, foi socorrida, mas morreu em atendimento no hospital. O caso é tratado como feminicídio.

 

O casal, conforme Schenkel, estava junto há 30 anos e, em 2010, a vítima denunciou o marido por violência doméstica, quando moravam em uma cidade em Santa Catarina. 

 

Até esta tarde (24) três pessoas já haviam sido ouvidas para o inquérito. O delegado não respondeu se o marido estava em Passo Fundo ou Sertão e também disse que não comentaria sobre pedido de prisão preventiva.

 

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, o último femicídio registrado em Sertão foi em 2015.

Gostou? Compartilhe