Campanha busca recursos para criação do Instituto do Câncer Infantil

O Hospital destinou uma área de 463,8 m², que será reformada e possibilitará a implantação de 15 leitos de internação

Por
· 2 min de leitura
Além de mais conforto e ludicidade, o espaço terá equipamentos e infraestrutura adequada e profissionais especializados e na área atuando no atendimento (Foto: Divulgação/HSVP)Além de mais conforto e ludicidade, o espaço terá equipamentos e infraestrutura adequada e profissionais especializados e na área atuando no atendimento (Foto: Divulgação/HSVP)
Além de mais conforto e ludicidade, o espaço terá equipamentos e infraestrutura adequada e profissionais especializados e na área atuando no atendimento (Foto: Divulgação/HSVP)
Você prefere ouvir essa matéria?

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 8,4 mil crianças e adolescentes serão diagnosticadas com câncer em 2020 no Brasil, o que representa uma média de 23 casos por dia e é considerada a primeira causa de morte por doença na população infantojuvenil. Porém, se esses pacientes forem atendidos em centros médicos especializados no tratamento da doença, a taxa de cura média é de 70%, comparável a países de primeiro mundo. Para continuar oferecendo à população da região Norte, Noroeste e região Missioneira do Rio Grande do Sul o atendimento de referência do tratamento do câncer infantojuvenil, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo em parceria com o Instituto do Câncer Infantil promovem a campanha de arrecadação de recursos para a criação de uma Unidade de Internação Especializada exclusiva para o tratamento oncopediátrico.

O HSVP é referência para o tratamento do câncer infantojuvenil para 216 municípios do Rio Grande do Sul, totalizando 2.076.312 habitantes. Atualmente 85 pacientes estão em tratamento e destes, a média de pacientes que precisam ficar internados para tratamento é de 13, que permanecem em média 13 dias hospitalizados, conforme dados de 2019. Diante disso, o próximo grande passo na área do cuidado a crianças e adolescentes com câncer está voltando em implementar uma unidade de internação específica.

O Hospital destinou uma área de 463,8 m², que será reformada e possibilitará a implantação de 15 leitos de internação, entre isolamento e enfermaria, que beneficiarão os pacientes infantojuvenis em tratamento oncológico. A meta é arrecadar R$ 1 milhão. Além de mais conforto e ludicidade, o espaço terá equipamentos e infraestrutura adequada e profissionais especializados e na área atuando no atendimento.

 

Como contribuir

A sua doação faz a diferença nesse projeto, pois desde o dia 13 de outubro a Central de Doações do ICI está entrando em contato com a comunidade e empresas da região de Passo Fundo, para realizar a captação de doações. No entanto, quem quiser fazer uma doação, pode entrar em contato pelo fone (51) 99230-9593.

 

Sino da vida badalou trazendo boas notícias e esperança

Um dos projetos desenvolvidos no Centro Oncológico Infantojuvenil do HSVP é o Sino da Vida, onde os pacientes ao final do tratamento contra o câncer, fazem o sino badalar, como forma de celebrar a etapa vencida.

Nesta semana, Gabriel Felipe Cortes Nunes, 12 e Luis Guilherme Nunes, 13 anos, bateram forte o sino, para celebrar junto de sua família, o final do tratamento. Gabriel é de Horizontina e enfrentou uma Leucemia e Luis de Passo Fundo, lutou contra um Linfoma. Os pais de Gabriel, Ricardo Theodoro Nunes e Loredi Cortes, ficaram emocionados com o momento e agradeceram a toda equipe pelo apoio. “Foram quase três anos de batalha, de momentos difíceis. Hoje é um dia especial e só podemos agradecer a toda equipe pela ajuda”, relata a mãe. “É preciso confiar em Deus, nos profissionais e é possível sim vencer essa batalha”, comenta o pai.

Luis e Gabriel celebraram o final do tratamento oncológico (Foto Assessoria de Comunicação HSVP/Caroline Silvestro)



Muito emocionada, Maria Estela Silveira, mãe de Luis também agradeceu a equipe. “Hoje é como se vocês estivessem devolvendo meu filho para mim. Não tenho palavras para agradecer. Vamos lembrar sempre desse dia”.

O oncologista pediátrico e coordenador do Centro, Dr. Pablo Santiago evidenciou o trabalho da equipe multiprofissional do Centro e também a importância de celebrar a conquista. “Trabalhamos, buscamos melhorias e queremos que todos os pacientes tenham a possibilidade de tocar este sino”, destacou, pontuando que a campanha para a construção da ala de internação vem ao encontro de sempre oferecer o melhor tratamento aos pacientes e aumentar as chances de curas, possibilitando que todas as famílias possam ouvir tocar o Sino da Vida.


Gostou? Compartilhe