Passo Fundo recebe mais 3,5 mil doses da CoronaVac

Com a chegada do novo lote, município deve iniciar a imunização de idosos acima dos 80 anos

Por
· 3 min de leitura
(Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini)(Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini)
(Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini)
Você prefere ouvir essa matéria?

A campanha de vacinação contra Covid-19 deve ser ampliada em Passo Fundo com a chegada, nesta terça-feira (10), de mais 3.5 mil doses da vacina CoronaVac. Conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde (SES), do total de novas unidades recebidas no município, 1.330 devem ser utilizadas para dar continuidade à vacinação dos profissionais da área da saúde e outras 2.170 doses para o início da imunização de idosos com mais de 80 anos.

A organização para aplicação das doses e a divulgação aos moradores sobre como ocorrerá o processo de vacinação do novo grupo prioritário – seja de forma presencial nas unidades de saúde, por drive-thru ou outro formato – é de responsabilidade de cada município. No entanto, até o fechamento desta edição, a Secretaria Municipal de Saúde ainda não havia especificado como funcionaria o cronograma e o processo de vacinação dos moradores com mais de 80 anos de idade em Passo Fundo. A expectativa é de que novas orientações sejam divulgadas ainda hoje.

A recomendação da SES é para que os municípios realizem um pré-cadastro da população acima dos 80 anos e, se possível, organizem também um agendamento prévio, de forma a evitar aglomeração nos locais de vacinação e o desperdício do imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, já que cada frasco-ampola da CoronaVac contém dez doses que devem ser aplicadas de forma sequencial e imediata. A pasta também reforça a necessidade de cadastrar cada dose aplicada no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) e no formulário de controle do Estado.

 

Mais de 7 mil passo-fundenses vacinados

De acordo com o levantamento mais recente da Secretaria Estadual de Saúde (SES), até as 11h de ontem (8), Passo Fundo já havia vacinado 7.374 pessoas contra o coronavírus. Destas, 6.709 eram profissionais da saúde, 574 idosos residentes em Institutos de Longa Permanência (ILPIs) e trabalhadores destes espaços, 88 indígenas, além de três pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência. O painel da SES não especifica o número de idosos acamados com mais de 60 anos que receberam a primeira dose da vacina – grupo prioritário que começou a ser imunizado na última semana.

O índice de 7,3 mil doses aplicadas no município era correspondente a 52% do total de 14 mil doses disponibilizadas no município até o momento da atualização do balanço. O número ainda não levava em consideração as novas 3.500 doses que devem chegar em Passo Fundo nesta terça-feira. Com a nova remessa, o total de doses disponibilizadas sobe para 17,5 mil.

 

Ministério da Saúde destinou 193,2 mil doses ao Estado

As novas doses da CoronaVac destinadas a Passo Fundo fazem parte de um novo lote, com 193,2 mil unidades da vacina, enviado pelo Ministério da Saúde ao Rio Grande do Sul no último domingo. A nova remessa começou a ser distribuída às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde na manhã dessa segunda-feira (8), por via aérea, através do Batalhão de Aviação da Brigada Militar com apoio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). À 6ª CRS, com sede em Passo Fundo, foram enviadas 11.300 doses.

Esta é a quarta remessa de vacinas contra a Covid-19 recebidas pelo Estado. O primeiro lote, com 341,8 mil vacinas CoronaVac, chegou em 18 de janeiro. Outras 116 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca foram recebidas em 24 de janeiro, e a terceira remessa, 224,2 mil doses da CoronaVac, no dia 1º de fevereiro.

A expectativa, com a nova remessa, é de vacinar 43% dos idosos com 85 anos ou mais (cerca de 150 mil pessoas) e, ainda, atingir 78% do grupo de profissionais da saúde (mais 44,3 mil doses para esses trabalhadores). A região do Litoral receberá a quantidade equivalente para vacinar 100% das pessoas da faixa-etária desta fase, levando em consideração um grande volume de idosos que está com residência na praia, até mesmo em função do verão e da pandemia, explicou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Desta vez, diferentemente da primeira remessa de vacinas recebidas, todas as 193,2 mil doses serão repassadas e utilizadas para a primeira aplicação, sem reserva pelo Estado. “Estamos seguros de receber doses suficientes em tempo hábil para a segunda aplicação de todos que receberem a primeira”, explicou a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, Cynthia Molina Bastos.


Gostou? Compartilhe