Passo Fundo fica em primeiro lugar entre os que mais vacinam

Município conquistou colocação entre as cidades com mais de 100 mil habitantes e deve receber recursos para a Saúde

Por
· 3 min de leitura
(Foto: Divulgação/PMPF)(Foto: Divulgação/PMPF)
(Foto: Divulgação/PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

O governador Eduardo Leite e a secretária da Saúde, Arita Bergmann, anunciaram, na manhã de hoje (20), a primeira leva de municípios premiados por terem acelerado a vacinação contra a Covid-19. 

Passo Fundo ficou com o primeiro lugar entre os municípios com mais de 100 mil habitantes e, com isso, deve receber R$ 150 mil pra aplicar na Atenção Primária à Saúde. Os municípios contemplados serão obrigados a prestar contas em Relatório de Gestão.

O anúncio foi feito em transmissão ao vivo nos canais oficiais do governo do Estado. Nesta terça (20), já serão repassados R$ 625 mil aos municípios que, proporcionalmente, mais vacinaram, de acordo com o número de doses aplicadas e registradas sobre o número de doses distribuídas. Os outros R$ 625 mil, totalizando R$ 1,25 milhão, serão repassados às prefeituras vencedoras na segunda etapa, em 20 de agosto.

Primeiramente Passo Fundo foi anunciada como segunda colocada, mas correção nos dados confirmou Passo Fundo em primeiro lugar.

“Recebemos esta notícia com muita alegria e satisfação. Estamos, todos, empenhados em garantir a rápida vacinação dos passo-fundenses. Vacina é esperança e retomada”, disse o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida.

Te Vacina RS

Lançado pelo Governo do Estado como uma iniciativa para estimular a ampliação da cobertura vacinal entre as cidades gaúchas, o Te Vacina analisou diferentes indicadores para construir o ranqueamento entre os municípios do Estado.

Os resultados foram calculados a partir do número total de doses aplicadas e registradas no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) dividido pelo número de doses distribuídas registradas no Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), sendo excluídas quaisquer quantidades de doses que não estejam disponíveis para aplicação. Por exemplo, se um município recebeu 100 doses e aplicou 80, a cobertura vacinal ficará em 80%.

Para a segunda etapa da premiação, serão consideradas as doses registradas até as 24h de 17 de agosto. O anúncio dos vencedores será em 20 de agosto.

Em caso de empate, o critério de desempate serão os índices de segundas doses registradas, e permanecendo o empate, será considerado o vencedor o município com menor cobertura em Atenção Primária.

“A pandemia ainda não está controlada e nós precisamos continuar trabalhando para o avanço da vacinação em todo o Rio Grande do Sul. Até esta segunda-feira (19), o Estado tinha 51,8% da população vacinada em primeira dose e 22,5% com o esquema vacinal completo. Todos os municípios têm se empenhado muito para fazermos estes indicadores aumentarem”, apontou Leite, destacando que o comprometimento das prefeituras tem sido um fator decisivo para que o Estado consiga avançar neste processo. De acordo com a secretária da Saúde, Arita Bergmann, 186 municípios alcançaram 100% da aplicação da primeira dose e 449 municípios já aplicaram mais de 90% da primeira dose.

Vacinação em Passo Fundo

Em Passo Fundo, até esta segunda-feira (19), haviam sido aplicadas um total de 152.807 doses das vacinas, sendo 104.889 em primeiras doses; 42.786 em segundas doses e 5.132 em doses únicas. “São números que nos deixam contentes, mas também conscientes da nossa responsabilidade e do papel que devemos continuar mantendo. É preciso avançar ainda mais na vacinação da nossa população e seguiremos agindo fortemente com este propósito”, defendeu Pedro, complementando que o sucesso da operacionalização do Plano Municipal de Imunização é resultado do esforço coletivo de todos os servidores que estão trabalhando nas campanhas de vacinação contra a Covid-19. “Todos os nossos secretários e servidores, de todas as secretarias, tem se dedicado muito para isso. Dividimos com a cidade este reconhecimento”.

Para a secretária de Saúde, Cristine Pilati, este ranking demonstra o potencial de Passo Fundo na logística e na estruturação de um programa tão importante quanto é a vacinação. “Nos sentimos sempre muito desafiados e nosso trabalho tem sido incansável para atender bem, com agilidade e responsabilidade”, observou Cristine, reforçando que o prêmio também valorizou a capacidade que os municípios demonstraram em cadastrar, com celeridade, as vacinas aplicadas. “Vacina boa é a vacina que chega e já vai para o braço da nossa população”.

Vencedores

Municípios acima de 100 mil habitantes (19 concorrentes):

1º lugar: Passo Fundo - R$ 150 mil

2º lugar: Uruguaiana - R$ 100 mil

Municípios entre 50 mil e 99.999 habitantes (26 concorrentes):

1º lugar: Santa Rosa - R$ 100 mil

2º lugar: São Borja - R$ 75 mil

Municípios entre 10 mil e 49.999 habitantes (123 concorrentes):

1º lugar: Tenente Portela - R$ 75 mil

2º lugar: Arroio do Sal - R$ 50 mil

Municípios abaixo de 10 mil habitantes (329 concorrentes):

1º lugar: Vila Flores - R$ 50 mil

2º lugar: Barra do Rio Azul - R$ 25 mil

Notícia atualizada às 14h04, em 20/07/2021

Gostou? Compartilhe