MEDICINA & SAÚDE - Qualidade de assistência à saúde no HSVP

Dia Mundial de Segurança do Paciente ressalta a importância dos protocolos hospitalares

Por
· 1 min de leitura
Colaboradores do HSVP: orientações sobre as Metas Internacionais de Segurança do Paciente (Foto: Divulgação-HSVP)Colaboradores do HSVP: orientações sobre as Metas Internacionais de Segurança do Paciente (Foto: Divulgação-HSVP)
Colaboradores do HSVP: orientações sobre as Metas Internacionais de Segurança do Paciente (Foto: Divulgação-HSVP)
Você prefere ouvir essa matéria?

Com o compromisso de oferecer o melhor atendimento aos seus pacientes, o Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo trabalha com base nas Metas Internacionais de Segurança do Paciente, que determinam protocolos para garantir a qualidade da assistência à saúde. Essas metas estabelecem pontos como a identificação correta dos pacientes, a comunicação efetiva, melhora da segurança na prescrição e no uso de medicamentos, cirurgia segura, higienização das mãos para evitar infecções e redução do risco de quedas e lesões por pressão.

Para garantir que essas metas sejam seguidas e que nenhum paciente sofra um acidente assistencial durante a internação, o HSVP conta com o Núcleo de Segurança do Paciente, o NSP, que promove e implementa os protocolos a partir de ações que são reforçadas e avaliadas constantemente, com o monitoramento dos setores. Nesse contexto, os profissionais, pacientes e acompanhantes assumem um papel colaborativo, que auxilia na fiscalização das medidas.


Cultura de segurança 

Durante a semana em que é celebrado o Dia Mundial de Segurança do Paciente, o NSP desenvolveu atividades educativas para sensibilizar os colaboradores e difundir a cultura de segurança dentro da Instituição. Foram realizadas visitas nos setores para incentivar o cuidado e atendimento com base na utilização das melhores práticas focadas nas Metas de Segurança. Segundo Mauricio Luzzi, coordenador do Núcleo de Segurança do Paciente do HSVP Unidade Teixeira Soares, "a ação teve como objetivo atender aos profissionais nas Unidades Teixeira Soares e Uruguai, desenvolvendo atividades de educação, contemplando todas as áreas assistenciais e também as de apoio, compreendendo a importância de todos no atendimento prestado ao paciente e por consequência a sua segurança, focando principalmente nas metas", destaca o enfermeiro.

Gostou? Compartilhe