O que você está achando do trabalho com o jornal?

ON nas Escolas: Pergunta foi feita aos alunos participantes, para que eles pudessem refletir sobre o tamanho da importância do trabalho realizado para o futuro

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Os estudantes do sexto ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Guaracy Barroso Marinho, alunos da professora Vanessa Hisckmann, também foram desafiados a responder à pergunta sobre o trabalho que está sendo realizado em parceria com o jornal O Nacional, através do projeto ON nas Escolas. A questão lançada foi: “O que você está achando do trabalho com o jornal?”. As respostas, você confere a seguir.

“Eu acho muito bom o trabalho com jornal na sala de aula porque nos transmite ensinamentos nos leva para mais perto do universo do jornalismo.”
Queren da Silva Coelho – aluna do 6º ano

“Eu acho legal, porque é interessante para saber as notícias do dia a dia, os acidentes, o tempo e tudo o que acontece nos bairros.”
Daniel Diogo Schafer – aluno do 6º ano

“Eu acho legal porque nós passeamos até o jornal, fazemos trabalhos em grupo e fizemos brincadeiras.”
Vander Gonçalves – aluno do 6º ano

“Eu gosto de trabalhar com o jornal. Eu acho bem interessante as notícias que eles publicam, o jornal mantém a gente bem informado. Eu gostei muito de ir visitar o jornal O Nacional, aprender como que se faz um jornal, eu acho legal que eles deixam bem colorido.”
Claudete Boeira – aluna no 6º ano

“Eu gosto do trabalho que o jornal entrega para todas as escolas. Ele deixa as portas abertas para todos. A nossa escola foi até o jornal, conheceu os jornalistas, que se apresentaram, e eles nos ensinaram um monte de coisas legais.”
Natália Navarro da Silva – aluna do 6º ano

“O trabalho com o projeto é muito legal e todos gostam. O jornal é maravilhoso, eu gostei especialmente do passeio. Foi um presente para mim e meus colegas, garanto que todos gostaram.”
Bruna Gabrieli Veiga de Souza – aluna do 6º ano

“Eu acho muito divertido porque é uma aula diferente, legal. Quando eu crescer eu quero ser jornalista. Eu gosto bastante de ler jornais, assistir jornais é muito legal, poder fazer entrevistas, fazer notícias para publicar. Eu gostei de fazer as fábulas e publicar no jornal.”
Edna Maiara dos Santos de Mello – aluna do 6º ano

“Eu acho que é uma maravilha o jornal O Nacional porque eles comentam sobre um pouco de tudo o que está acontecendo, principalmente de grave.”
Alexandre das Chagas Farias – aluno do 6º ano

“Na minha opinião, está sendo muito legal porque aprendemos e, ao mesmo tempo, ficamos informados das notícias da cidade. E aprendemos a nos cuidar na rua, sabendo dos perigos que as outras pessoas passam. Além de oportunizar às pessoas a publicação de suas fábulas, como aconteceu comigo.”
Tamara Vedoi dos Santos – aluna do 6º ano

“Está bom, porque a gente vê muitas coisas com o jornal O Nacional e para mim foi uma honra ver o meu texto publicado no jornal e conhecer como vocês fazem o jornal e as matérias de cada jornalista.”
Estefani Aparecida Soares dos Santos – aluna do 6º ano

“Eu aprendi a ler melhor. Eu gosto de esporte e da página da polícia. Eu gosto de olhar o jornal por dentro e eu aprendi como se faz um jornal. O que eu mais gosto no jornal é notícia da dupla Grenal.”
David de Araújo Schneider – aluno do 6º ano

E por falar em fábulas
Quem acompanha a página do ON nas Escolas, que é publicada todas as quartas-feiras em O Nacional, deve ter acompanhado as fábulas escritas pelos alunos da professora Vanessa da Escola Municipal de Ensino Fundamental Guaracy Barroso Marinho. Os textos, produzidos pelos alunos, são resultado de um trabalho realizado em sala de aula, onde os alunos construíram suas próprias fábulas, com moral da história e personagens típicos desse tipo de texto.
Além de proporcionar aos leitores uma produção textual diferente, as fábulas estão sendo aproveitadas em outras atividades. Uma delas é na Escola Municipal de Educação Infantil Maria Elizabeth, do bairro São Cristóvão. Lá, as professoras aproveitam estes textos, os lêem para os pequenos, que fazem suas interpretações e as expressam através de desenhos.

Gostou? Compartilhe