Concluída instalação dos novos equipamentos para Recibela

Operação cos recicladores deve iniciar na primeira semana de janeiro

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Já estão instalados e prontos para uso os equipamentos desenvolvidos pela Reuse Brasil que serão operados pelos integrantes da Recibela, no Aterro Sanitário. O local está recebendo uma nova cobertura, que será finalizada nos próximos dias, o que possibilitará o retorno às atividades. Foram instalados um conjunto de esteiras de triagem e movimentação dos resíduos, abridor automatizado de sacolas de lixo e um separador de materiais recicláveis e rejeitos. O processo levou cerca de um mês e vai contribuir para aumentar o volume de lixo reciclado.

Segundo o diretor da Reuse Brasil, Cleber Bordignon, a conclusão da obra só não foi possível porque choveu esta semana. “Todos os equipamentos estão instalados, faltando apenas a cobertura. A operação está pronta e as máquinas passam por testes. A parte elétrica e a eletrônica, além das centrais de comando também estão apenas pelo fechamento do pavilhão para serem ligadas e iniciar o trabalho”, afirma ele. A operação deve iniciar no começo de janeiro.
Enquanto isso, os associados fazem revezamento para férias. “Pelo menos 10 pessoas estão todos os dias fazendo a manutenção da área, enquanto outra equipe e os grupos se revezam. Todos estão com grande expectativa em relação ao novo processo”, avalia o diretor.

A expectativa é que todo o lixo passe pelos novos equipamentos. “Tudo vai passar pela esteira, essa é a primeira grande vantagem. Com isso, vamos ter um aumento significativo no volume de recicláveis. Os números ainda são desconhecidos e até o final de janeiro teremos um panorama de crescimento com índices reais para repassar para a comunidade”, enfatiza Bordignon.

Aterro
Paralelamente ao trabalho de instalação dos novos equipamentos, a limpeza e retirada do passivo acumulado ao lado da usina, junto ao aterro municipal, foi concluída. “A área do passivo está zerada. São necessários mais dois dias de operação para a limpeza e regularização da área, mas o grande volume do passivo já foi retirado”, explica o diretor da Reuse Brasil. Na primeira semana de janeiro será contabilizado o volume de resíduos retirados do local.

Gostou? Compartilhe