HSVP formou 42 médicos residentes

Atualmente o HSVP oferece 17 especialidades em residência médica

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) realizou no Auditório Biomédico da Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo (UPF) a cerimônia de formatura de 42 médicos que cumpriram os programas de residência médica até 2012. O evento foi conduzido pelo advogado, Dr. Marco Mattos e pelo presidente do HSVP, Sr. Décio Ramos de Lima que destacaram a relevância e importância da formação de profissionais especialistas aptos à bem atender a sociedade.

Acompanharam a formatura dos residentes seus familiares, convidados e membros do HSVP, da Comissão de Residência Médica do Internado e dos Estágios (Coreme), da Faculdade de Medicina da UPF, Associação dos Médicos Residentes (Amer) e os coordenadores das Áreas de Residência Médica. Os formandos permaneceram entre um e cinco anos atuando em especialidades médicas escolhidas, além das áreas de complementação.

Atualmente o HSVP oferece 17 especialidades em residência médica, sendo que os médicos que se formaram neste ano pertenciam às áreas de Obstetrícia e Ginecologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Pediatria, Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Ortopedia e Traumatologia, Oftalmologia, Neurocirurgia, Cardiologia, Gastroenterologia, Cirurgia Vascular, Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista e Ecocardiografia.

O presidente da Coreme, Dr. Errol Garcia, ressaltou que os candidatos aprovados passam por uma disputa acirrada para ocupar uma das vagas que a instituição disponibiliza. “Este é um momento de destacar a importância que os médicos residentes possuem para a instituição, onde eles dedicam até cinco anos de suas vidas no cuidado integral dos pacientes”.

Acompanhados do diretor médico do HSVP e paraninfo dos formandos, Dr. Rudah Jorge, os médicos receberam das mãos de seus preceptores o diploma de especialistas. As diferentes origens dos formandos deixaram evidente a referência que o HSVP tem no Brasil. “É uma fase que ocupa a maior parte dos nossos dias e noites, deixamos de lado a família e amigos para nos dedicarmos integralmente aos estudos. O HSVP se tornou a nossa primeira casa, a casa de um grupo heterogêneo que veio de diferentes estados para aqui cursar uma das especialidades”, salientou a presidente da Amer e Gastroenterologia, Maiara Garib Guzzo.

Em nome da direção médica, Dr. Júlio Stobbe falou nos anseios e desafios da medicina futura. “A estimativa do Ministério da Saúde é quem em 2030, apopulação brasileira chegará aos 216 milhões de habitantes, sendo que 40,5 milhões serão de idosos. A taxa de mortalidade infantil e as doenças cardiovasculares manterão a tendência de declínio. Os transtornos mentais terão sua prevalência aumentada, em função no aumento do número de idosos e dos transtornos depressivos. São vários cenários prospectivos prováveis e que podem ser modificados por políticas públicas. O Hospital São Vicente, forma hoje mais um grupo de médicos especialistas, que irão em busca de seus desejos. O HSVP estará de portas abertas para receber novamente esses profissionais para atuação na instituição, pois somos uma instituição com o corpo clínico aberto”, destacou o vice-diretor médico do São Vicente.

Gostou? Compartilhe