OPINIÃO

Fatos - 15/10/2013

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Tragédia anunciada

Antes de qualquer comentário, vai um elogio a ação rápida da Brigada Militar (Bike Patrulha, Patrulha Rural e o Grupamento Rodoviário) que prendeu quatro dos seis que tentaram assaltar ontem à tarde mais uma joalheria, no centro de Passo Fundo. Porém, inevitável lamentar que os marginais investiram mais uma vez contra estabelecimento desta natureza e com o agravante de que o proprietário da loja foi ferido com um tiro pelas costas. Uma tragédia anunciada. Há meses estamos batendo na mesma tecla e há meses a comunidade não tem uma resposta eficiente da polícia (Militar e Civil) para coibir este tipo de ação.

Questionamentos

As perguntas que não querem calar: onde estão os serviços de inteligência das polícias? Para que servem as câmeras de monitoramento no centro e dos próprios estabelecimentos? Vamos esperar mais alguém ser ferido ou morto para que tenhamos uma atitude eficaz e positiva da segurança pública do município? Ou precisaremos nos transformar em manchete nacional para que algo seja feito com urgência?

Em estudo
Ao que tudo indica, até o final do ano, o município deverá entregar a gestão do Hemopasso para o Estado, a quem realmente compete a gerência e como pretendia o ex-prefeito Airton Dipp, antes de encerrar o mandato. O serviço permanece sediado aqui, mas não há como o município assumir as despesas de todas as cidades que utilizam o serviço, sem fazer os repasses necessários. O jornalista Jaderson Pires realiza um belo trabalho à frente do órgão e permanecerá na direção até que a decisão seja tomada pelo prefeito Luciano Azevedo.

Critério
Competência teórica não é sinônimo de competência prática. Com base nesta singela observação feita pela colunista talvez esteja um dos critérios que o prefeito Luciano utilize para mudar alguns nomes do secretariado. Que, parece, não serão apenas dois, podendo chegar a quatro.

Filiado
O professor Luciano Miranda, que já passou pela FAC da UPF e hoje é professor da Universidade Federal de Santa Maria, se filiou ao PSB no Encontro Regional do Partido, realizado no último dia 5, em Porto Alegre. A ficha foi abonada pelo vice-governador Beto Grill. A filiação no tempo hábil permite que concorra nas próximas eleições. A escolha pelo PSB não foi ao acaso: Miranda participou da reorganização do Partido, entre 1985 e 1986, e foi observador da agremiação junto à Assembleia Nacional Constituinte, em 1987.

Gostou? Compartilhe