Voos da Azul normalizados em Passo Fundo

Após os reparos na pista, um laudo foi enviado à ANAC que deverá cancelar as restrições operacionais

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Na terça-feira, 06, a ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil proibiu temporariamente as operações de pouso de aeronaves com motores à reação no Aeroporto Lauro Lortz. A medida causou o cancelamento de dois voos entre Passo Fundo e Viracopos-SP, com traslado rodoviário dos passageiros da Azul para Chapecó. Já na quarta-feira os voos foram normalizados com a troca de equipamento. Ao invés do Embraer-195 os voos foram operados pelos turboélices ATR-72, aeronave substituta autorizada nesta rota. A medida, segundo Notam (boletim de informações aeronáuticas) da ANAC, é para evitar a possibilidade de ingestão de resíduos da pavimentação pelos motores. Como o modelo ATR têm motores mais altos e entradas de ar menores, a chance de ingestão de resíduos é muito pequena. Enquanto aguarda por um novo Notam que suspenda as restrições, a empresa deverá manter o ATR nos voos para Passo Fundo. A restrição operacional impede pousos de aeronaves como os jatinhos executivos.

 

Obras e laudo

Tecnicamente o problema já está resolvido. Agora falta apenas a questão burocrática, ou seja, a liberação por parte da ANAC. Havia alguns pontos da pavimentação que necessitavam ser restaurados para evitar que se desprendessem resíduos como brita. Esse serviço estava sendo praticamente finalizado na terça-feira, quando foi emitido o Notam. No mesmo dia o DAP – Departamento Aeroportuário do RS, responsável pelo aeroporto, acelerou o processo de reparos. De acordo com a administradora do Lauro Kortz, Clarice Beffart, todas as exigências foram cumpridas. “Ainda ontem (terça) à noite o diretor do DAP, Nilson Camargo Serafini, que é engenheiro, assinou o laudo que foi enviado para a ANAC”, explicou. Também foram feitas as pinturas da nova via de serviços, os “Ts” (pontos de parada das aeronaves) e outras sinalizações de solo. “Trabalhamos até depois das 9 horas da noite para resolver tudo”, contou Clarice.

 

Expectativa pela Gol

Agora a grande preocupação é em relação à chegada da Gol Linhas Aéreas Inteligentes. O voo inaugural entre Guarulhos-SP e Passo Fundo está programado para o próximo domingo, às 11h45. Seguindo a tradição, o Boeing 737-700 receberá um jato cruzado de água como batismo pela primeira operação da Gol em Passo Fundo. A restrição operacional causou preocupação também na área operacional da empresa, segundo informou Carlos Eduardo Lopes da Silva, secretário de Desenvolvimento Econômico de Passo Fundo. “Estamos em contato permanente com as empresas (Azul e Gol)”, explicou. Desde que passou a vigorar a restrição operacional vário setores da prefeitura foram acionados. Além do acompanhamento em várias esferas, também auxiliaram diretamente para agilizar os reparos necessários no aeroporto.

 

Gostou? Compartilhe