Entidades empresariais pedem abertura do comércio

Foi encaminhado pedido à Prefeitura para abertura em modalidades específicas até o Dia das Mães

Por
· 1 min de leitura
Foto: Arquivo ONFoto: Arquivo ON
Foto: Arquivo ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Após a publicação do decreto estadual, que fecha o comércio em Passo Fundo, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Passo Fundo) e o SINDILOJAS (Sindicato do Comércio Varejista de Passo Fundo) encaminharam pedido à Prefeitura para abertura em modalidades específicas até o Dia das Mães. 
Essa possibilidade está prevista no decreto em que diz: “funcionamento do comércio nas modalidades de tele-entrega ou de retirada (take-away) de quaisquer bens ou produtos adquiridos previamente, por meio eletrônico ou telefone, com hora marcada, vedado o ingresso de qualquer cliente no estabelecimento comercial, bem como a formação de filas ou qualquer tipo de aglomeração de pessoas.”
A CDL e o Sindilojas estão em contato com o Governo do Estado para solicitar a flexibilização do comércio. “As entidades compartilham da preocupação com o recente aumento de casos de COVID-19 e têm ciência de que medidas devem ser tomadas para reverter os atuais indicadores, porém  acreditamos que elas devem ser direcionadas às fontes isoladas que causaram o aumento no número de casos”, afirmou o presidente do SINDILOJAS, Jeferson Kura.
As entidades ressaltaram como o comércio agiu de forma responsável enquanto esteve aberto, sempre respeitaram todas às medidas de prevenção à COVID-19.
Ainda na sexta-feira (1) a Prefeitura publicou um decreto municipal permitindo o funcionamento do comércio até o Dia das Mães, 10 de abril, somente nas modalidades autorizadas pelo Estado, mas com alguns ajustes para adequação a nossa realidade.


Gostou? Compartilhe