Feira do Produtor retoma atividades em horário alternativo

Nova portaria regulamenta também o cine drive in no município

Por
· 2 min de leitura
Luciano Breitkreitz / ON Luciano Breitkreitz / ON
Luciano Breitkreitz / ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Suspensa desde abril, a comercialização de produtos agropecuários e de agricultura familiar retornaram, na segunda-feira (1º), às atividades de venda presencial na Feira do Produtor do Parque da Gare. 

Há três meses, a oferta de produtos cultivados por cerca de 100 famílias de agricultores da região passou a ser disponibilizado para a compra virtual, conectando o campo à cidade, em uma adaptação ao cenário de pandemia da Covid-19. Com a progressão para a bandeira de coloração laranja para a região, no modelo de distanciamento controlado imposto pelo governo estadual, a Prefeitura Municipal de Passo Fundo flexibilizou, também, a retomada gradual das vendas de frutas, verduras, legumes e laticínios nos tradicionais estandes da feira. 

O decreto, publicado no domingo (31), regulamenta as funções com uma série de restrições de circulação no ambiente comercial. Entre elas, o documento prevê a obrigatoriamente do uso de máscaras, assim como práticas de higienização já previstas, ficando vedado o atendimento ao cliente que não esteja usando o item de proteção facial. “Aos estabelecimentos fica permitido o atendimento com equipe reduzida de trabalhadores, na proporção de até 50%, ficando vedada a manipulação de produtos e dinheiro ou cartões de forma simultânea”, determina um dos trechos da portaria. 

Com a entrada reduzida de pessoas no pavilhão para evitar aglomeração, todas as bancas terão de dispor de álcool gel para higienização das mãos. De acordo com o presidente da Feira do Produtor, Mércio Michel, em mais 10 pontos estratégicos, sobretudo de entrada e saída dos consumidores, frascos contendo o produto em spray será disponibilizado para a esterilização antes, durante e após as compras dos produtos. 

Além das normativas de higiene, a Feira do Produtor, sofreu alteração no horário, sendo permitido o funcionamento das 7h às 17h, na segunda-feira e nos quatro sábados do mês de junho. 

Decreto autoriza cinema drive in 

Embora as atividades culturais, como abertura de museus, casas de shows e teatro, ainda estejam vetadas, o mesmo decreto que autorizou a abertura da feira de orgânicos também regulamentou o cinema drive-in no município.

 A iniciativa, que se popularizou nas décadas de 1950 e 1960, com a opção de assistir aos filmes sem sair do carro, retornou em diversas cidades brasileiras como alternativa ao cenário de emergência sanitária e inviabilidade de acompanhar as narrativas cinematográficas acomodados nas poltronas do cinema tradicional. Com previsão de funcionamento para a primeira quinzena de junho na arena coberta do Gran Palazzo, a modalidade foi aprovada pelo Poder Público Municipal. “Antes das exibições estão previstas algumas intervenções artísticas. Vimos como uma excelente iniciativa para a retomada da cultura no município”, ponderou o secretário municipal de Cultura de Passo Fundo, Henrique Fonseca. 

Conforme determina o decreto municipal, o Cine drive-in deve obedecer a um regramento específico para assegurar a proteção dos espectadores com a lotação de veículos no local de exibição cumprindo 1,5 metros de distância lateral e de 4 metros de distância frontal e traseira. A capacidade está projetada para acomodar 90 automóveis perfilados para acompanhar a exibição de filmes clássicos, estreias e produções mais recentes do cinema nacional e estrangeiro, segundo mencionou o sócio-proprietário da empresa idealizadora, Fabricio Amarante da Cunha. Os ingressos, como assegurou, serão vendidos antecipadamente, mas ainda sem especificação de plataforma. “Será cobrado por carro, não por pessoa, além de solicitar a doação de 1kg de alimento para serem revertidos às famílias das pessoas que trabalham com eventos”, explicou. 

Gostou? Compartilhe