Técnica de Enfermagem é a primeira moradora de Passo Fundo a receber a vacina

Nair expressou gratidão e emoção por ter sido escolhida

Por
· 1 min de leitura
Nair e Leandra posaram para fotos após a vacinação (Foto: Bruna Scheifler/ON)Nair e Leandra posaram para fotos após a vacinação (Foto: Bruna Scheifler/ON)
Nair e Leandra posaram para fotos após a vacinação (Foto: Bruna Scheifler/ON)
Você prefere ouvir essa matéria?

A Técnica de Enfermagem Nair Carmelina Teixeira Nunes, de 56 anos, foi a primeira moradora de Passo Fundo a receber a primeira dose da Coronavac na cidade. Nair trabalha no Cais Petrópolis há 17 anos. “Eu vi familiares saírem chorando, vi pacientes saírem de certa forma até agonizando em função de um vírus que durante meses fez vidas serem perdidas. E, hoje, estamos aqui agradecidos por receber esse incentivo de vida, de cura”, contou Nair.

(Foto: Cláudia Dalmuth/ON)

A conquista foi dedicada a uma colega que esteve internada em CTI há poucos meses. “Eu digo para ela que ela tem a chance de receber um tratamento para esse vírus. Para mim, eu acredito que foi um agradecimento em nome do Cais Petrópolis”, disse Nair.

A responsável por aplicar a primeira dose foi a Técnica de Enfermagem Leandra Portella, que convive há anos com Nair. “Foi muito tranquilo receber a vacina, a Leandra tem uma mão de anjo”, relatou Nair. As duas técnicas destacaram a importância da população continuar se cuidando. “A gente frisa que ainda é preciso ter cuidados, mantermos a higienização, o uso da máscara, do álcool gel e o distanciamento”, lembrou Nair. “Hoje a gente aplicou na colega , mas a expectativa é que agora venha para todos nós e para a população em geral. A gente não tem que ter medo, a gente tem que acreditar nos profissionais que elaboraram e se vacinar”, destacou Leandra.

As técnicas celebraram o momento com colegas do Cais (Foto: Cláudia Dalmuth/ON)

Os técnicos de enfermagem são os profissionais de saúde que mais se infectaram com o coronavírus na cidade, sendo 39% dos mais de 1,7 mil profissionais que contraíram o vírus até o dia 14 de janeiro.

Gostou? Compartilhe