Aulas presenciais na rede municipal serão retomadas na segunda-feira (3)

Município divulgou cronograma para retorno gradual

Por
· 3 min de leitura
As escolas farão contato com os pais e responsáveis para orientá-los (Foto: Arquivo/PMPF)As escolas farão contato com os pais e responsáveis para orientá-los (Foto: Arquivo/PMPF)
As escolas farão contato com os pais e responsáveis para orientá-los (Foto: Arquivo/PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

A Prefeitura de Passo Fundo anunciou, nesta quarta-feira (28), a retomada gradual das atividades presenciais na rede municipal de Educação, em sistema híbrido (mesclando remoto e presencial). A ideia do município é que, até o final do mês de maio, todas as escolas de Educação Infantil (etapa pré-escola) e de primeiros e segundos anos do Ensino Fundamental possam ter retomado as atividades presenciais.

A retomada irá começar na próxima segunda-feira (3) pelos alunos da pré-escola (4 a 5 anos) do primeiro grupo de escolas. As instituições que farão parte dessa primeira etapa serão divulgadas até sexta-feira (28). O modelo iniciará com apenas 25% do número de alunos por turma, com o distanciamento de 1,5 metro entre as classes. A partir do dia 10 de maio, iniciará o retorno às aulas presenciais dos primeiros e segundos anos do Ensino Fundamental, também do primeiro grupo de escolas.


O Município afirma que busca, por meio desse cronograma, garantir o retorno responsável e seguro para toda a comunidade escolar. A Secretaria Municipal de Educação informou que cada escola fará contato com os pais e responsáveis para orientá-los sobre dias e horários das aulas presenciais.

O prefeito Pedro Almeida afirma que a educação é essencial, assim como garantir um ambiente seguro para alunos, professores e demais servidores. “Trabalhamos, desde o início do ano, para que as escolas estivessem preparadas para este momento, com estrutura e materiais adequados e, também, com as equipes instruídas”, disse. 

A rede municipal conta com 71 escolas e mais de 16 mil alunos. Na Educação Infantil, são 35 instituições e 5 mil crianças; no Ensino Fundamental, 36 educandários e 11,7 mil estudantes. Além disso, há cerca de 1.700 servidores, entre professores, equipes diretivas e demais trabalhadores.

Diante da apresentação do cronograma, o prefeito ponderou a necessidade de levar em consideração a complexidade da rede municipal, que, além de um grande número de pessoas, envolve fatores como a logística de transporte escolar, limpeza das escolas e merenda escolar. “O momento é de cautela e, sendo assim, somos favoráveis ao retorno, desde que ele seja responsável e seguro. Além dos cuidados com a pandemia, as atividades presenciais impactam na vida de milhares de famílias e também são objeto de muitas decisões judiciais”, afirmou.

Conforme o secretário de Educação, Adriano Canabarro Teixeira, as atividades serão divididas entre remotas e presenciais e remotas, possibilitando que os alunos voltem às escolas sem aglomerações. As atividades à distância continuarão ocorrendo, com encontros pelo Meet e envio de materiais pela plataforma Workspace. “Esse primeiro momento será de acolhida e retomada de vínculos. O ensino remoto seguirá acontecendo, e os pais não serão obrigados a levar as crianças na modalidade presencial”, observou o secretário.

Alguns processos serão cumpridos para que haja a verificação da segurança das instituições. Nesta semana ainda, as escolas receberão inspeções do Comitê de Orientação Emergencial (COE) para verificar as condições sanitárias e de higiene. As instituições também passarão por higiene e limpeza.

Cronograma

  • 29 de abril, quinta-feira – Início das inspeções do Comitê de Orientação Emergencial (COE) para verificar as condições sanitárias e de higiene das escolas.
  • 30 de abril, sexta-feira – Treinamento on-line com todos os professores da rede municipal sobre protocolos de segurança.
  • 3 de maio, segunda-feira – Retorno das atividades presenciais, de forma escalonada, no primeiro grupo de escolas de Educação Infantil – etapa pré-escola (4 a 5 anos)
  • 10 de maio, segunda-feira – Retorno das atividades presenciais, de forma escalonada, no primeiro grupo de escolas de Ensino Fundamental (primeiros e segundos anos)

Vacinação

O município garante que toda a comunidade escolar será devidamente orientada quanto aos cuidados para evitar a transmissão e o contágio pelo coronavírus. O prefeito Pedro Almeida afirmou que o Município se posiciona favoravelmente para que os professores e servidores das escolas sejam enquadrados como prioritários para o recebimento da vacina contra a Covid-19. “Reafirmamos nosso compromisso em defesa da educação e também na busca ativa da inclusão dos trabalhadores das instituições de ensino nos públicos-alvo da vacinação”, destacou. Pedro lembrou que o Governo do Estado ajuizou pedido junto ao Supremo Tribunal Federal para que os professores sejam vacinados como prioritários e que o Município aguarda essa decisão.

Professores e funcionários de escolas que pertencem aos grupos de risco, em especial, de idade avançada ou de comorbidades, permanecerão em suas casas.

Desde o decreto emitido pelo Governo do Estado, na noite dessa terça-feira (27), todos os níveis das escolas particulares estão autorizados a retomas as atividades presenciais.


Notícia atualizada às 20h38: a previsão é para que todas as escolas de Educação Infantil e os primeiros e segundos anos do Ensino Fundamental retornem até o final de maio, não abril, como informado anteriormente.

Gostou? Compartilhe