Pacientes da Nefrologia do HSVP celebram o Natal

Por
· 1 min de leitura
Apresentação do nascimento de Jesus encantou os pacientesApresentação do nascimento de Jesus encantou os pacientes
Apresentação do nascimento de Jesus encantou os pacientes
Você prefere ouvir essa matéria?

A rotina dos pacientes que realizam diálise e hemodiálise no Serviço de Nefrologia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, por vezes é difícil e cansativa. A angústia da espera por um transplante e o tempo que os pacientes passam nas máquinas acaba entristecendo-os. Então, para alegrar, renovar as esperanças, aproximar os pacientes da equipe e aliviar a preocupação, os funcionários da unidade realizam nos dias 12, 13 e 14 de novembro, a Festa de Natal que proporcionou momentos de emoção à todos. 
Os 200 pacientes que realizam tratamento atualmente dividiram-se nos três dias de festa, que contou com atrações especiais. Inicialmente José Lorenzom que é paciente do Serviço cantou belas canções para alegrar os amigos. Em seguida a Banda Alma Vicentina e os funcionários do setor realizaram a apresentação do nascimento de Jesus, ainda o Grupo  Alforria trouxe canções que encantaram à todos. Por fim, os pacientes participaram de um bingo. “Nós temos como tradição a realização de festas em datas comemorativas e no Natal não é diferente. Os funcionários confeccionaram enfeites, pensaram nos comes e bebes e nas apresentações, tudo para que os pacientes tenham um momento de alegria e descontração. Aqui todos são amigos e unidos até mesmo, pela questão da rotina que o tratamento exige, e a festa proporciona que essa amizade e união sejam celebradas”, evidencia a equipe.
Betânia Bittencurt, 34 anos, está há seis meses em tratamento e a festa foi uma novidade para ela. “Muito lindo. Fiquei surpresa e achei excelente eles pensarem nessa festa. É momento de renovação e de alegria, para esquecer um pouco a rotina cansativa que temos”, destacou. Já para Ivete Calderan 59 anos, em tratamento há seis anos e sete meses, a festa já é tradicional e aguardada. “É muito bom esse momento de descontração. Saímos um pouco da rotina, nos aproximamos dos profissionais e outros pacientes. Sempre muito bom participar”. Além dos pacientes, familiares e os motoristas que trazem os pacientes também participaram da festa.

Gostou? Compartilhe