Secretária apresenta cronograma de trabalho do PPDI

Processo inclui oficias e a primeira será realizada no dia 5 de fevereiro no Bairro São Cristóvão

Por
· 1 min de leitura
Comunicação/ Câmara de VereadoresComunicação/ Câmara de Vereadores
Comunicação/ Câmara de Vereadores
Você prefere ouvir essa matéria?

A secretária de Planejamento, Ana Paula Wickert, apresentou ontem aos vereadores o cronograma de trabalho que vai nortear o processo de revisão do Plano Diretor (PDDI). Ana Paula pontuou a importância da participação popular na adequação do documento e destacou que este é um instrumento da política urbana que visa garantir a todos os cidadãos um lugar adequado para morar, trabalhar e viver. Neste processo e para garantir uma boa leitura da realidade social, o município foi separado em cinco setores, formados pelos bairros da cidade de acordo com a sua proximidade, e cada um deles receberá, no mínimo, a realização de duas oficinas. Na etapa, a participação da comunidade é essencial, avalia a secretária. ?""Consideramos importante falar com os vereadores logo nesse processo inicial, de aprovação da metodologia de revisão do PDDI. Com o poder que os vereadores têm de mobilizar as pessoas, eles vão colaborar diretamente em todo o processo de inclusão da comunidade nessa discussão, já que cada um tem seu bairro de atuação"?", sinalizou Ana Paula.


Oficinas
O processo de revisão do Plano Diretor inclui a realização de oficinas de diagnóstico das regiões da cidade, que contará que com a eleição de delegados dos cinco setores. ?""Para cada cinco mil habitantes, será escolhido um delegado, que participará da votação final da minuta que cria o Projeto de Lei"?", pontuou Ana Paula. Os delegados, segundo a secretária, efetivarão a participação da comunidade em todo o processo de readequação do Plano Diretor.


Seguido do diagnóstico das comunidades, o Núcleo Gestor, responsável pela revisão do documento,?- realizará oficinas temáticas, que incluem discussões sobre mobilidade sustentável, desenvolvimento econômico e inovação, ocupação de território, paisagem e patrimônio, uso e ocupação do solo, entre outros. O assunto também será tratado com entidades interessadas, que poderão solicitar a realização de reuniões específicas. As oficinas que dão início ao processo de diagnóstico das regiões iniciam no dia 05 de fevereiro, na Paróquia São Cristóvão. Segundo Ana Paula, a previsão é para que o processo de revisão do PDDI se encerre em outubro de 2019, quando a projeto de lei deve ser encaminhado à Câmara de Vereadores. O presidente Pedro Daneli (PPS) e os demais vereadores garantiram a parceria e confirmaram que participarão do processo de mobilização da população. Daneli relatou que cada vereador movimentará suas comunidades, a fim de assegurar a elaboração de um Plano Diretor condizente com as necessidades e a realidade local.

Gostou? Compartilhe