IPVA 2020 Governo extingue pagamento parcelado e desconto antecipado

Em relação ao calendário, medidas alteradas incluem o pagamento do imposto veicular entre os dias 6 e 30 de janeiro.

Por
· 2 min de leitura
Pela nova regra, pagamento deverá ser realizado em cota únicaPela nova regra, pagamento deverá ser realizado em cota única
Pela nova regra, pagamento deverá ser realizado em cota única
Você prefere ouvir essa matéria?


Em decorrência do agravamento da crise nas finanças do estado, o governo decidiu alterar as formas de cobrança do Imposto sobre a propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O IPVA de 2020 teve seu calendário de pagamento antecipado para janeiro e o fim da possibilidade de financiamentos.

O imposto é cobrado anualmente para todos os proprietários de algum veículo automotor, tais como carro, caminhão, moto, motocicletas, caminhonete, utilitários, entre outros. Em virtude de ser um imposto obrigatório, a irregularidade pode ocasionar a apreensão do veículo, perda de pontos na CNH do condutor (Carteira Nacional de Habilitação), bem como a incidência de juros, por conta no atraso no pagamento.
Até então era possível efetuar o pagamento até o mês de abril, agora os valores deverão ser pagos à vista e no primeiro mês do ano, entre os dias 6 e 30 de janeiro de 2020. Além dessas mudanças, não existirá mais desconto extra pela antecipação do pagamento.

Na avaliação da professora da Universidade de Passo Fundo e economista, Cleide Fátima Moretto como apenas 5% dos condutores parcelam o imposto, a maioria responde ao pagamento pela opção de cota única. “Em função disso o estado resolveu suspender o pagamento parcelado, uma vez que já existe uma reorganização das famílias para guardar esse recurso e efetuar o pagamento. Por isso, os condutores que pagam parcelado terão uma dificuldade maior.

Ainda, de acordo com a economista “por outro lado, se houver o esforço no pagamento do imposto, o estado pode desafogar suas contas para pagar outros itens do orçamento que são fundamentais”. Conforme divulgado pela Secretaria Estadual da Fazenda, a alteração no imposto veicular tem a estimativa de render R$ 29,7 milhões a mais ao estado.

Pagamento do imposto neste ano
O motorista que optar por efetuar o pagamento do imposto ainda em 2019, até 30 de dezembro, contará com o valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF) nos atuais patamares. Depois dessa data, o IPVA terá a incidência do novo índice de variação da UPF, com cerca de 4% de aumento. Os descontos de Bom Motorista e Bom Cidadão continuam em vigor.

Consulta e pagamento do IPVA 2020
O processo de consulta ao valor do IPVA 2020, consiste no acesso ao site do Detran RS (www.detran.rs.gov.br). Em seguida, é necessário informar o número do RENAVAM e a placa do veículo.

Com a guia do imposto gerada, o pagamento pode ser realizado em qualquer agência bancária, como Banrisul, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Sicredi, Caixa Econômica Federal, Santander e Casas Lotéricas.

 

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO/2020

30 de dezembro de 2019: prazo final para pagamento sem aumento de 4% da UPF

6 de janeiro: placas de final 1 (com aumento de 4% da UPF)
8 de janeiro: placas de final 2 (com aumento de 4% da UPF)
10 de janeiro: placas de final 3 (com aumento de 4% da UPF)
14 de janeiro: placas de final 4 com aumento de 4% da UPF)
16 de janeiro: placas de final 5 (com aumento de 4% da UPF)
20 de janeiro: placas de final 6 (com aumento de 4% da UPF)
22 de janeiro: placas de final 7 (com aumento de 4% da UPF)
24 de janeiro: placas de final 8 (com aumento de 4% da UPF)
28 de janeiro: placas de final 9 (com aumento de 4% da UPF)
30 de janeiro: placas de final 0 (com aumento de 4% da UPF)

 

 

Gostou? Compartilhe