Mais de 200 mil estudantes da rede estadual já realizaram a avaliação sobre aprendizado durante a pandemia

As provas das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática estão ocorrendo de forma escalonada e em regime de revezamento

Por
· 1 min de leitura
Foto: Gustavo Gargioni/Especial Palácio PiratiniFoto: Gustavo Gargioni/Especial Palácio Piratini
Foto: Gustavo Gargioni/Especial Palácio Piratini
Você prefere ouvir essa matéria?

A segunda semana de aplicação da avaliação diagnóstica “Avaliar é tri RS” se encerrou na sexta-feira (4) com registros de ampla participação da comunidade escolar gaúcha, segundo a secretaria Estadual de Educação. Até o momento, mais de 200 mil alunos de todas as etapas de ensino em diversas regiões do Estado já realizaram suas provas e testaram seus níveis de conhecimento adquiridos no período da pandemia.

As provas das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática estão ocorrendo de forma escalonada e em regime de revezamento, conforme os protocolos sanitários, até 11 de junho.

Avaliar é Tri RS

Um ano após a adaptação do ensino presencial para o remoto, os conhecimentos em Língua Portuguesa e Matemática adquiridos pelos estudantes da rede estadual de ensino durante a pandemia começaram a ser avaliados, no dia 24 de maio, de forma impressa ou digital através do “Avaliar é Tri RS”. 

A aplicação dos questionários, explicou a coordenadora da 7ª Coordenadoria Regional de Educação (7ª CRE), Carine Weber, está sendo feita de forma virtual ou impressa para que o educando responda a avaliação de conteúdo de forma física. “Não é para fins de classificação. É uma avaliação individual tendo como o parâmetro o estudante por ele mesmo. A partir disso, os professores poderão medir em que tempo está a aprendizagem e criar um plano de ação específico para cada aluno”, esclareceu.  

Ao jornal O Nacional, a coordenadora explicou, na data de início do período de avaliação, que o foco da aplicação dos testes diagnósticos é os estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Para a realização das provas, a equipe de aplicação, composta por membros da equipe diretiva de cada instituição de ensino, deve estar devidamente cadastrada na plataforma do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (Caed). Após este processo, especificou a Seduc, os profissionais terão acesso às ferramentas de avaliação e poderão fazer o monitoramento de todas as atividades no sistema. 



Gostou? Compartilhe