Centro de Pesquisa e Tecnologia vem conectar empresas a oportunidades de inovar

Instituto irá apoiar organizações desde a identificação de problemas até a busca por soluções, com foco na área de Tecnologia da Informação e Comunicação

Por
· 2 min de leitura
Proposta do Centro de Pesquisa, Tecnologia e Inovação Digital foi lançado oficialmente na noite desta terça-feira (Foto: Divulgação/IMED)Proposta do Centro de Pesquisa, Tecnologia e Inovação Digital foi lançado oficialmente na noite desta terça-feira (Foto: Divulgação/IMED)
Proposta do Centro de Pesquisa, Tecnologia e Inovação Digital foi lançado oficialmente na noite desta terça-feira (Foto: Divulgação/IMED)
Você prefere ouvir essa matéria?

Conectar empresas a oportunidades de inovação, através de pesquisa aplicada e com melhor aproveitamento de incentivos governamentais, gerando impacto positivo para toda a sociedade. Essa é a proposta do Centro de Pesquisa, Tecnologia e Inovação Digital (CETID), lançado oficialmente na noite desta terça-feira (14), em Passo Fundo, na região Norte do Rio Grande do Sul. Vinculado à Fundação IMED, entidade sem fins lucrativos, o Instituto irá apoiar empresas desde a identificação de problemas até a busca por soluções, com foco na área de Tecnologia da Informação e Comunicação.

De acordo com o coordenador do CETID, Diego Gazaro, o centro chega para contribuir com um elemento essencial para o desenvolvimento socioeconômico: a pesquisa associada ao mercado. “O CETID é uma instituição de ciência e tecnologia, que visa resolver os desafios tecnológicos que temos hoje nas empresas, a partir da conexão com os pesquisadores vinculados ao Centro e à IMED, com impacto não apenas ao Norte do Estado, mas ao Rio Grande do Sul e País como um todo, pois, com o cetid, potencializamos ainda mais o nosso ecossistema de inovação. Por meio do CETID, vamos encontrar soluções, baseadas no conhecimento científico e em tecnologias de ponta. Convido a todos a nos conhecerem, a interagirem conosco”, enfatizou.

Além de alcançar a resolução de problemas reais por meio de novas tecnologias, as empresas conectadas com o CETID poderão obter melhor aproveitamento de incentivos fiscais, gerar e acessar novos conhecimentos científicos e tecnológicos, assim como impulsionar resultados e conectar-se ao ecossistema de inovação. 

Para o secretário estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb, a iniciativa representa mais um importante passo no desenvolvimento de uma economia baseada no conhecimento para gerar inovação. “Essa é uma construção de algumas décadas e é um trabalho que requer muitas parcerias. E os grandes desafios são, justamente, relacionados à formação de pessoas. Nós sempre sonhamos no estado do Rio Grande do Sul, e nosso grande objetivo é, que um dia chegássemos a ter na nossa paisagem a tecnologia. (...) A construção de um hub e de um Centro de Pesquisa, Tecnologia e Inovação Digital da IMED contribui para que estejamos mais próximos desse conceito, onde a inovação ocorre do agronegócio à indústria aeroespacial”, afirmou.

Também por vídeo, o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), Jorge Guimarães, ressaltou o apoio à iniciativa. “A Embrapii é uma instituição muito nova, ligada ao governo federal, mas de caráter privado e que financia a inovação no setor industrial e empresarial. O agronegócio, a saúde e os serviços da região Norte do estado estarão muito bem servidos. Contem com a possibilidade de serem parceiros da Embrapii”, pontuou. Entre os presentes, também estiveram Erasmo Bastistella, CEO da BSBIOS, empresa integrante da Aliança Empresarial Norte/RS, e Gleverton De Munno, diretor da Galapos, parceira na concepção do Centro e na identificação de oportunidades em relação ao uso de incentivos fiscais.

Durante o ato de lançamento, também foi realizada a inauguração do espaço físico do hub de inovação da IMED. Com 24 estações de trabalho, o ambiente poderá ser ocupado por membros de startups, empresários, mentores, investidores e pela comunidade em geral, incentivando a conexão e a interação entre empresas da nova economia e negócios consolidados. Também atenderá a programas de aceleração, workshops, mentorias e networking.


Gostou? Compartilhe