E o tal do Maverick?

Carro dos anos 70 foi cedido pelo Museu do Automobilismo Brasileiro especialmente para o filme

Por
· 1 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

O carro que atraiu os olhares de toda a cidade durante as filmagens de Maverick faz parte do Museu do Automobilismo Brasileiro, do colecionador e ex-piloto Paulo Trevisan que, além do Ford Maverick, com motor V-8, disponibilizou, também, a estrutura do Hotel Prix para a equipe do filme. “Quando falamos que tinha um carro assim no filme, Paulo resolveu nos ajudar a realizar aquilo que pensamos. Ele é uma das pessoas que comprou nosso sonho”. Na coleção do Museu, o único exemplar do Maverick Berta da equipe Hollywood, pilotado por Luiz Pereira Bueno e Tite Catapani, se transformaria por algumas semanas: o carro, tradicionalmente vermelho, branco e azul, recebeu um envelopamento em preto fosco e foi revisado para que, depois de sete anos sem estar nas pistas, pudesse correr novamente - desta vez, pelas ruas de Passo Fundo. “Para fazer o filme, não poderia ser qualquer carro. E o Maverick é um carro dos anos 70 com uma roupagem que não se encontra por aí. Com 450 hp, foi um dos carros mais fortes e competitivos do Brasil e é detentor de vários recordes no país. Estou envolvido há 30 anos com o Museu e esse é um carro com um valor muito grande. Tem uma relevância muito grande para o que o filme precisava. É uma raridade”, comenta Trevisan.

 

Gostou? Compartilhe