Artistas passo-fundenses apresentam projetos via Lei Aldir Blanc

Programação virtual dos próximos dias conta com exposição fotográfica, oficina e bate-papo

Por
· 3 min de leitura
Evolução da pandemia é tema da exposição virtual “Passo Fundo em Imagens: Covid-19” (Foto: Diogo Zanatta)Evolução da pandemia é tema da exposição virtual “Passo Fundo em Imagens: Covid-19” (Foto: Diogo Zanatta)
Evolução da pandemia é tema da exposição virtual “Passo Fundo em Imagens: Covid-19” (Foto: Diogo Zanatta)
Você prefere ouvir essa matéria?

Enquanto o contato com o público não pode acontecer de forma presencial, devido à gravidade da pandemia, a internet tem sido a principal ferramenta para difundir projetos feitos por trabalhadores da área de cultura e eventos. O retorno financeiro dentro deste meio ainda é escasso, mas encontra em incentivos de fomento à cultura um ponto de luz em tempos sombrios. É o caso de quatro projetos passo-fundenses, aprovados na Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, que serão transmitidos nos próximos dias.


Exposição “Passo Fundo em Imagens: Covid-19”

A evolução da pandemia é retratada pelas lentes do fotógrafo Diogo Zanatta na exposição virtual “Passo Fundo em Imagens: Covid-19”, lançada em formato de vídeo, na última quarta-feira (17). A filmagem de 17 minutos, que reúne aproximadamente um ano de imagens relacionadas ao avanço do coronavírus no município, está disponível no Facebook e Instagram do artista (@diogozanatta).

A exposição é guiada pelo próprio fotógrafo, que aparece no vídeo explicando o processo de criação do projeto e o contexto de cada imagem retratada por ele. As fotografias exibem cenas como o uso de máscara nas ruas, o fechamento do comércio, a higienização de espaços públicos e o dia-a-dia de trabalho dos profissionais da saúde. “É uma forma simples de eu mostrar a evolução da Covid. Não é um vídeo que mostra tudo o que aconteceu, é o olhar que eu fiz, do que eu consegui fazer na cidade, com as limitações que eu tinha de lugares onde poderia estar”, explica Diogo.


Projeto “Caminhos”

O Grupo Ritornelo de Teatro promove, nos dias 22, 24 e 25 de março, sempre a partir das 20h, o projeto “Caminhos”. A iniciativa difunde encontros virtuais abertos ao público para debater os caminhos do teatro pós pandemia no Brasil. Com medição do ator e produtor do grupo, Miraldi Junior, e a colaboração de companhias teatrais de todo o país, o Ritornelo busca estimular uma reflexão sobre o fazer teatral, compartilhando experiências, apresentando novas possibilidades e documentando de forma audiovisual um relato da história do teatro dentro de um momento crucial para o mundo, no contexto da pandemia.

O primeiro encontro, nesta segunda-feira (22), é voltado ao cenário nacional e conta com a participação da atriz e produtora do grupo Ói Nóis Aqui Travéiz, Tânia Farias, e do ator e diretor do Grupo Galpão, Júlio Maciel. Já o segundo encontro, na quarta-feira (24), promove uma reflexão a nível municipal com a presença da agente de cultura do Sesc Passo Fundo, Andressa Pagnussat, e a atriz e figurinista do Teatro Depois da Chuva, Betinha Mânica. Por último, na quinta-feira (25), é a vez de debater os caminhos do teatro no Rio Grande do Sul, com a secretária de Cultura de Caxias do Sul e atriz no grupo UEBA, Alini Zilli, acompanhada do ator e diretor do Grupo de Pernas Pro Ar, Luciano Wieser. As transmissões acontecem gratuitamente pelo Facebook do Grupo Ritornelo de Teatro (facebook.com/Ritornelo).


Oficina “Teatro na Escola”

Outra atividade promovida pelo Grupo Ritornelo de Teatro, nesta semana, é a oficina “Teatro na Escola”. A atividade teve início ainda na quinta-feira, mas as aulas seguem nesta sexta (19) e sábado (20), ministradas pela atriz e professora Dani Dal Forno. Ela explica que o intuito da oficina é auxiliar profissionais da educação para que estes se sintam encorajados em multiplicar o fazer teatral. “Normalmente, uma das primeiras oportunidades do ser humano do fazer teatral acontece no ambiente escolar. O contato com esta linguagem ajuda crianças e adolescentes em diversos aspectos, incentivando o processo criativo, a espontaneidade e a imaginação”, justifica.

 

Bate-papo “Cultura e os meios de comunicação”

Para quem tem interesse em saber mais sobre o universo dos eventos e a era Live Stream, vale conferir o bate-papo “Cultura e os meios de comunicação”, fomentado pela comunicadora e produtora de eventos Daniele Zanatta. A atividade acontece em formato de conversa ao vivo, no Facebook (/DaniZanatta) e Instagram (@daniele_zanatta), a partir das 17h deste sábado (20). O projeto promove uma análise de contextos e experiências na propagação da cultura pelo uso dos meios de comunicação. Segundo a comunicadora, o bate-papo é voltado para todos que estiverem abertos à troca de provocações dos fenômenos na transmissão cultural, em especial aos envolvidos no mercado de eventos, produções artísticas, comunicadores em áudio, vídeo, assessorias, produtores de conteúdos e músicos.

Gostou? Compartilhe