ECB Group assina contrato com empresa holandesa

Acordo prevê compra de óleo de reflorestamento e inclui o plantio 50 milhões de árvores no Paraguai

Por
· 2 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

O ECB Group assinou ontem (23) um contrato de compra de 300 mil toneladas anuais de “óleo de reflorestamento” proveniente de árvores de Pongâmia da empresa holandesa líder em agroflorestamento e pesquisa, Investancia, para o período de 30 anos. O negócio é válido até 2055 e representa um significativo avanço na transição global para o transporte verde.

O centro de Reprodução, Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de mudas da Investancia, localizado perto de Carmelo Peralta, no Chaco Paraguai, é o maior local dedicado à produção de árvores de Pongâmia de elite do mundo. Sua atual capacidade de produção anual de 1 milhão de árvores aumentará nos próximos 10 anos para um total de 50 milhões de árvores, plantadas em 125.000 hectares.

Um relatório da MEO Carbon Solutions (parte do ISCC – International Sustainability Et Carbon Certification) indicou que o óleo de Pongâmia tem um dos níveis mais baixos de Intensidade de Carbono (IC) de todas as matérias-primas disponíveis e é três vezes menos intensivo em carbono do que outras matérias-primas.

“Estamos extremamente orgulhosos de nos aliarmos ao investimento estratégico do ECB Group para estabelecer a primeira grande refinaria HVO/SPK no hemisfério sul.” disse Marcel van Heesewijk, CEO e fundador da Investancia.

“Durante o ano passado, pudemos desenvolver em conjunto planos para colocar a América do Sul, e mais especificamente o Paraguai, no mapa como a região líder em combustíveis verdes de próxima geração, usando matéria-prima gerada por nossas atividades de reflorestamento certificado no Chaco Paraguaio. Nossos esforços combinados têm impactos imediatos e múltiplos sobre as mudanças climáticas”, completou.

Para Erasmo Carlos Battistella, CEO do ECB Group, “com este acordo de fornecimento de óleo de Pongâmia, nós buscamos diversificar o portfólio de matérias-primas para a operação da biorrefinaria Omega Green com soluções de menor Intensidade de Carbono entre as safras de produção de óleo vegetal”.

Segundo ele, “esta é uma decisão concreta e inovadora nessa direção, que no médio prazo pode chegar a atender um terço do que vamos consumir de matéria-prima para a produção do Omega Green. O contrato também representa um impacto positivo direto para a economia do Paraguai ao fomentar a produção agrícola dentro de um sistema de reflorestamento que ajuda no sequestro de carbono”. A medida reforça o propósito do ECB Group de investir e gerar valor em biocombustíveis avançados.

O óleo de Pongâmia será utilizado pelo ECB Group em sua nova biorrefinaria Omega Green, localizada em Villeta, Paraguai, perto de Assunção. O grupo já assinou contratos com a Shell Trading (US) e a bp em contrato plurianual que fornecerá aproximadamente 1 bilhão de litros de diesel renovável e combustível renovável para aviação por ano. Os contratos estão previstos para serem executado de 2024-2029, totalizando mais de 4 bilhões de litros dos produtos já comercializados.

Omega Green

A biorrefinaria Omega Green será construída no Paraguai e terá capacidade total de produção de 20 mil barris por dia, produzindo uma mistura de combustíveis como HVO (Óleo Vegetal Hidrotratado, também conhecido como Diesel Renovável), SPK (Querosene Parafínico Sintético, também conhecido como Sustainable Aviation Fuel ou Biojet), e Green Naphtha (usado na indústria química para fazer plástico verde, entre outros produtos).

Gostou? Compartilhe