Curso de Medicina Veterinária da UPF celebra 25 anos de história

Ao longo de duas décadas e meia, o curso foi responsável pela formação de mais de 1,4 mil médicos veterinários

Por
· 3 min de leitura
UPF dispõe de uma estrutura qualificada que possibilita atividades práticas desde o primeiro semestre (Fotos: Jéssica França e Leonardo Andreoli)UPF dispõe de uma estrutura qualificada que possibilita atividades práticas desde o primeiro semestre (Fotos: Jéssica França e Leonardo Andreoli)
UPF dispõe de uma estrutura qualificada que possibilita atividades práticas desde o primeiro semestre (Fotos: Jéssica França e Leonardo Andreoli)
Você prefere ouvir essa matéria?

Com uma atuação sustentada pelos pilares do ensino, pesquisa, extensão e inovação tecnológica, a Universidade de Passo Fundo (UPF) desempenha um papel que está diretamente ligado com o desenvolvimento econômico e social da região Norte do Rio Grande do Sul. Exemplo disso é a criação do curso de Medicina Veterinária, que completa 25 anos em 2021.

Desde a conclusão da primeira turma, o curso foi responsável pela formação de 1.426 médicos veterinários, que atuam em diferentes frentes, espalhados pelo mundo todo. Entre os profissionais está a egressa Andressa Ferreira da Silva Spyrides, que concluiu o curso em 2008 e, atualmente, é professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. “À Medicina Veterinária da UPF devo minha formação acadêmica, cidadã e humana. Foi, para mim, uma casa de aprendizado, de amizades que levarei por toda a vida, de professores e profissionais dedicados e estrutura impecável”, pontua a médica veterinária.

A egressa destaca ainda que durante a graduação teve a oportunidade de exercer atividades de pesquisa, ensino e extensão. “Fui bolsista de iniciação científica, monitora, fiz intercâmbio acadêmico no exterior, participei de Projetos de Pesquisa e Extensão, realizei estágios em áreas da Medicina Veterinária e todos estes incentivos me permitiram passar em um concurso público federal. Hoje sou professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e reconheço o poder transformador da educação e a UPF como uma instituição de excelência. Tenho orgulho de ser UPF”, ressalta Andressa.

Para o diretor da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária (FAMV), professor Dr. Eraldo Zanella, ao longo dessas duas décadas e meia, o curso contribuiu para o desenvolvimento de toda a região e qualificou os atendimentos aos animais de diferentes espécies. “Hoje a gente observa uma grande diferença no atendimento aos animais, tanto os de reprodução, como de companhia, os silvestres, entre outros, entre o antes e depois da formação do curso na UPF, que foi pioneiro na região”, afirma.


Uma ação coletiva que envolveu toda a comunidade

A criação do curso de Medicina Veterinária da UPF foi resultado de um trabalho coletivo que durou dez anos até a sua efetivação e que envolveu diversas pessoas da comunidade. A iniciativa foi proposta para atender uma demanda agropecuária na região, já que não havia a graduação na área no município. “Precisávamos muito desenvolver a parte da avicultura, suinocultura e cadeia do leite. Então, criamos uma comissão, ouvindo entidades de classe e a iniciativa privada”, conta o professor já aposentado, Elci Lotar Dickel, um dos integrantes da comissão. “Sinto-me realizado em ter tido a possibilidade de auxiliar na criação deste curso, que foi bem pensado, bem planejado e de qualidade desde a sua criação”, enfatizou.


Celebração ao Jubileu de Prata

Para comemorar a data de criação do curso, uma programação foi elaborada ao longo do dia 4 de outubro, que contou com a participação de egressos, acadêmicos, professores, ex-professores e lideranças locais. À noite, foi realizada a solenidade de descerramento da placa comemorativa aos 25 anos da criação do curso. O encontro também prestou uma homenagem ao professor Édison Nunes, que presidiu a comissão de criação e foi o primeiro coordenador do curso. “É com muita alegria que comemoramos o Jubileu de Prata no dia de hoje. Após 25 anos, temos a satisfação de dizer que temos muitos profissionais inseridos em muitas frentes e isso fez com que essa área se desenvolvesse sobremaneira e que evoluíssemos muito nos campos dos serviços, pesquisa e pós-graduação, oferecendo à comunidade novos serviços, mais segurança e profissionais qualificados para atender as áreas do conhecimento”, salientou a reitora da UPF, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin, durante a solenidade.


Infraestrutura diferenciada que eleva a qualidade do ensino

A qualidade do ensino do curso de Medicina Veterinária da UPF se sustenta por meio das aulas presenciais, com professores mestres, doutores e pós-doutores à disposição dos acadêmicos dentro e fora de sala de aula, além da estrutura dos laboratórios. A Universidade dispõe do único Hospital Veterinário Escola do interior do RS, com atendimento 24 horas, que realiza milhares de atendimentos anualmente. O espaço, que é referência no Brasil, possui mais de 5 mil metros quadrados e é utilizado para desenvolvimento de atividades práticas dos acadêmicos.

Outro grande diferencial da Instituição é o Centro de Extensão e Pesquisa Agropecuária (Cepagro), uma fazenda escola que permite aos estudantes atuar em diversas atividades práticas desde o primeiro semestre, por meio de projetos de extensão ou estrutura curricular. Laboratórios vinculados ao Centro de Pesquisa em Alimentação (Cepa) e ao Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Sanidade Animal (CDSA) incluem o leque de serviços de pesquisa oferecidos pela Universidade.

A atuação da Medicina Veterinária também está nos programas de pós-graduação, com a oferta da Residência Profissional Integrada em Medicina Veterinária, além de Mestrado e Doutorado em Bioexperimentação. “Toda essa estrutura é um diferencial, que proporciona aos nossos egressos a oportunidade de atuarem em diversas partes do mundo, além de fomentar toda a questão agropecuária e o mercado pet da região”, considera a coordenadora do curso, professora Dra. Laura Beatriz Rodrigues.


Solenidade de descerramento da placa comemorativa aos 25 anos do curso de Medicina Veterinária da UPF


Gostou? Compartilhe