Programas de correção de fluxo orientam sobre avaliação de alunos

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza, nos dias 22 e 23, em Porto Alegre, o II Encontro de Coordenadores e Supervisores dos Programas de Correção de Fluxo Acelera Brasil e Se Liga. O encontro será na sede da Seduc, no auditório Paulo Freire, das 8h30 às 18h. A pauta se concentra na finalização dos programas nas escolas, com foco na avaliação do aluno. Por se tratar de uma avaliação processual, observando o desempenho do aluno, vários itens são levados em consideração para a avaliação final do estudante.

De acordo com a assessora da Seduc que acompanha a execução dos programas na rede estadual, Luciana Schneider, a decisão quanto à promoção ou aceleração de alunos deverá se dar com efetiva participação de toda equipe de profissionais atuantes nos programas, professor, supervisor, coordenador, diretor, e a partir de diferentes orientações que englobam a evolução, o perfil e a trajetória do estudante ao longo do ano.

"Na tomada de decisão, são consideradas a idade do aluno e a série de origem. Ambos os programas têm por objetivo procurar ajustar o aluno à série mais adequada a sua idade, com qualidade na aprendizagem", destaca Luciana. A assessora enfatiza que estabelecer a correlação idade-série atrelada aos resultados da avaliação do processo como um todo poderá orientar a decisão sobre a promoção, que não precisa se dar de forma sequencial, ou seja, é possível o aluno saltar uma ou mais séries nos dois programas.

Governo do Estado

Gostou? Compartilhe