Aquisição de equipamentos traz onda de renovação na Segurança Pública

Em Passo Fundo, a Brigada Militar recebeu sete viaturas SUV e duas viaturas Pick Up. A Polícia Civil recebeu quatro armamentos, estilo Carabina.

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Desde que assumiu o cargo de governador do Estado, Eduardo Leite reforça o entendimento de que um dever primordial do governo é garantir a segurança do cidadão. Na manhã desta segunda-feira (27/5), o governo confirmou novamente essa premissa com a entrega de 272 viaturas (226 SUVs e 46 picapes) para a Brigada Militar e 89 carabinas para a Polícia Civil. Os veículos e o armamento foram adquiridos com recursos garantidos via emenda parlamentar, com esforço de todos os deputados federais e senadores gaúchos.

 

O governador agradeceu, durante a cerimônia de entrega no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a cooperação de todos os parlamentares. “Ficamos com a sensação de dever cumprido ao perceber que superamos o que nos divide, as diferenças ideológicas e de visão política, e entendemos que o que nos une é muito maior do que o que nos separa”, reconheceu Leite.

 

A verba, de cerca de R$ 67,2 milhões, foi garantida em 2017, com intuito de adquirir viaturas para a Brigada Militar e para a Polícia Civil, assim como investimento em cercamento eletrônico, parque tecnológico, radiocomunicação digital e reaparelhamento do serviço de inteligência. Em abril, o Estado entregou 112 viaturas para a Polícia Civil e 2.253 coletes balísticos para a Brigada Militar.

 

Com esses recursos, que também foram reforçados com uma contrapartida estadual de R$ 6,3 milhões, ainda está prevista a aquisição de 312 carabinas e 87 espingardas para a BM, 274 coletes balísticos para a Polícia Civil, 187 pontos e dez salas de cercamento eletrônico, e 151 pontos e 20 salas de videomonitoramento.

 

De acordo com o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, a previsão é que tudo seja entregue no segundo semestre deste ano. “Essa iniciativa dos parlamentares contemplará mais de 100 municípios e contribuirá com o combate ao crime organizado, gerando uma onda de renovação no aparelhamento da segurança pública”, destacou. As viaturas e o armamento já foram enviados aos municípios nesta segunda-feira.

 

O coordenador da bancada federal, deputado Giovani Cherini, evidenciou o esforço coletivo envolvido na compra das viaturas e do armamento. “Podemos consagrar este como um grande dia. E será um dia maior ainda quando virmos os resultados na ponta, diminuindo os índices de violência dos municípios”, argumentou. No total, 126 cidades serão beneficiadas.

 

Em 2016, a bancada garantiu o investimento de R$ 11,4 milhões para reaparelhamento da polícia e estruturação das delegacias especializadas. A contribuição da bancada parlamentar, acrescida da contrapartida estadual, representa, portanto, R$ 84,4 milhões investidos na segurança pública estadual.

 

Aproveitando a ocasião, o governador também entregou nove caminhões (cinco viaturas de combate a incêndio e quatro veículos autobomba tanque florestal) ao Corpo de Bombeiros. Os veículos foram adquiridos via convênio entre o Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública, e a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que estabelece a cooperação técnica com relação aos procedimentos de resgate e de salvamento de vítimas de lesão corporal em acidentes de trânsito ocorridos em rodovias estaduais sob administração da empresa. O valor do convênio, assinado em 2013, é de cerca de R$ 25,6 milhões. Outros dois caminhões ainda devem ser entregues, sem previsão de data.

 

Redução nos índices de violência

O governador Leite lembrou que a entrega dos veículos e do armamento está em conformidade à proposta do RS Seguro. Lançado no início do ano, o programa preconiza a integração entre União, Estado e municípios, a inteligência – com ampliação e compartilhamento de tecnologias de rastreamento, georreferenciamento e bancos de dados –, e o investimento qualificado, a fim de diminuir os índices e reduzir a violência. O RS Seguro se baseia na integração, na inteligência e no investimento qualificado, focado em quatro eixos: combate ao crime, políticas sociais preventivas e transversais, serviços de segurança e sistema prisional.

 

Quando da entrega das primeiras 112 viaturas para a Polícia Civil, em abril, os agentes da segurança pública destacaram que o primeiro trimestre de 2019 chegou ao fim com o menor número de latrocínios já registrado no Estado desde 2002, quando a contagem começou a ser feita. De janeiro a março deste ano, foram 16 casos. “Ainda é um número muito alto, mas indica que estamos caminhando no caminho certo”, reforçou Leite.

 

Além do incremento garantido ao combate à criminalidade com a aquisição dos novos equipamentos necessários para o combate à criminalidade, em agosto a formatura de 2 mil novos policiais militares trará um reforço ao policiamento ostensivo.

Gostou? Compartilhe