Homem é condenado a 43 anos de prisão por estupro

Segundo informações da 2ª Vara Criminal, as vítimas eram a filha e a enteada.

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Duas crianças foram abusadas sexualmente por um homem de 44 anos, morador de Passo Fundo, que foi condenado a prisão pelos próximos 43 anos e dez meses, em regime fechado, sem direito a responder em liberdade. Segundo informações da 2ª Vara Criminal, as vítimas eram a filha e a enteada. Os abusos iniciaram quando a filha do condenado retornou a morar com o casal – pai e mãe –, já que morava com a bisavó, quando completou quatro anos. Os abusos continuaram até os seis anos, não denunciados por que a criança tinha medo das ameaças de morte realizadas pelo próprio pai. A denúncia só ocorreu após o abusador estuprar a enteada, que na época tinha 12 anos, e teria ido passar um final de semana com a mãe e o padrasto, com intuito de iniciar o processo de adaptação, já que a mãe solicitara que também fosse morar com eles.

A menina retornou a casa da bisavó, com quem morava e contou o que aconteceu no final de semana. Sem pensar, a responsável pela criança realizou a denúncia na Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente, no mês de janeiro de 2012, avisando que a outra criança também apresentava sintomas. O caso foi investigado e, depois da realização dos exames de corpo delito e o laudo psicológico foi decretada prisão preventiva do suspeito, em outubro do mesmo ano. O indiciado negou as acusações, porém as meninas, muito abaladas, afirmaram a procedência dos atos, em Júri. A mãe das vítimas se afastou das filhas e não se manifestou diante o processo. As garotas estão sob os cuidados das avós.

Gostou? Compartilhe