Fugitivos do Presídio Regional continuam foragidos

Criminosos podem ter fugido para Santa Catarina, onde Leandro Montagnini de Lima e Israel Leandro Silva da Cunha se conheceram

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Os três criminosos que fugiram do Presídio Regional de Passo Fundo no início da tarde de quarta-feira (2) permanecem foragidos. Leandro Eduardo Montagnini de Lima, de 34 anos, Israel Leandro Silva da Cunha, de 27 e Leonardo Hernandes da Silva de 24, conseguiram fugir utilizando uma escada existente na marcenaria da casa prisional, quebrando o telhado e pulando de uma altura de cerca de seis metros. Outro apenado, Cléber Alberto dos Santos Ribeiro foi capturado por agentes penitenciários e integrantes da Brigada Militar enquanto tentava fugir da mesma forma e novamente recolhido à cela.

Montagnini e Israel são conhecidos como assaltantes extremamente perigosos. O primeiro já fugiu da prisão em Balneário Camboriu/SC onde cumpria pena por tráfico de drogas. Já Israel, conhecido também como Leandrinho, fugiu do Presídio Regional de Passo Fundo pela segunda vez, e também conseguiu fugir em outras oportunidades de presídios em Santa Catarina e também do Presídio de Sarandi. Apenas Leonardo Hernandes da Silva, condenado a 22 anos e meio de prisão por tráfico de drogas, não tinha histórico de fugas.

Para o delegado Adroaldo Schenkel, titular da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), Hernandes é o fugitivo que, aparentemente, representa menor risco para a sociedade, já que os outros dois são considerados extremamente violentos. “Os dois são responsáveis por roubos ocorridos em Passo Fundo e também na região. São indivíduos de alta periculosidade. O Hernandes ainda é o que oferece menos riscos”, afirmou.

Também conforme o delegado, a polícia de toda a região está em alerta. “Qualquer fato mais grave pode ter a participação deles. Ontem (quarta-feira), houve o roubo de um automóvel Fusion, próximo ao Hospital da Cidade, mas não há indícios de que o assalto teve a participação de nenhum destes criminosos. As fotos deles também estão sendo bastante difundidas, todo mundo está de olho”, disse. O delegado também informou existir a possibilidade de os criminosos terem fugido para Santa Catarina onde Montagnini e Leandrinho se conheceram quando cumpriram pena. Até o encerramento desta edição, nenhum dos três fugitivos havia sido localizado.

Gostou? Compartilhe