Foragido do Case é capturado após roubos, perseguição e troca de tiros

Ele também é investigado pela autoria de um homicídio e uma tentativa de homicídio, que ocorreram no último dia 30

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Foragido do Centro de Atendimento Sócio-Educativo desde o mês de outubro, quando recebeu dispensa para comemorar o Dia das Crianças junto com a família, um adolescente de 17 anos foi apreendido no início da noite da quarta-feira (02), em flagrante, após praticar dois roubos de veículo, colidir um dos carros contra uma viatura e, ainda, trocar tiros com a polícia.


O menor foi capturado no início da noite dessa quarta-feira, pela Brigada Militar, em flagrante por roubo de dois automóveis e posse ilegal de arma de fogo. Segundo relato da polícia, uma guarnição retornava de Pontão, quando foi abordada por uma pessoa, que contou ter sido vítima de um assalto minutos antes.


Os assaltantes teriam rendido o motorista do automóvel VW/Gol de cor vermelha com placas de Passo Fundo na localidade de Bela Vista, subtraído o carro e fugido em direção a cidade de Passo Fundo, onde residem. Os policiais seguiram na mesma direção dos suspeitos e se depararam com os veículos envolvidos na ocorrência: o carro roubado e a motocicleta Honda/Fan utilizada na ação.


Para despistar a guarnição, os suspeitos acessaram o bairro Industrial, em direção ao Valinhos, mas foi na região de indústrias que ocorreu a colisão com a viatura. Não satisfeitos, os bandidos desembarcaram do automóvel, atiraram contra a guarnição, que revidou. Ainda foi roubado pela dupla, o segundo veículo, um VW/Polo, com placas e Florianópolis.


Os criminosos acessaram mais uma vez a ERS 324, porém em direção ao bairro Jabuticabal, mas deram de frente com diversas guarnições do 3° RPMon da Brigada Militar. Então acessaram uma estrada secundária, que dá acesso ao bairro Parque Recreio, onde abandonaram o carro e fugiram acessando pátio das moradias.


O menor invadiu uma residência e tentou se esconder sob o assoalho, porém foi apreendido. Com ele havia uma pistola 765 municiada com quatro cartuchos. Ele foi apresentado na delegacia, a arma foi apreendida e os veículos recolhidos ao pátio do guincho. A motocicleta utilizada pela dupla também estava em situação de furto, desde o dia 15 de dezembro. O outro envolvido fugiu.


Foragido
Embora estivesse foragido, a polícia não teve acesso à informação no momento em que foi detido, já que não constava no sistema a situação irregular do adolescente. O menor estava internado antes de receber a dispensa, devido a uma sequência de delitos. Em sua ficha policial há passagens por tentativa de homicídio, tráfico e posse de drogas, roubo de veículo com lesões, além de lesão corporal de trânsito. O adolescente ainda é investigado pela autoria do último homicídio registrado no ano anterior, no bairro Vera Cruz. Quando detido, disse aos policiais que já havia matado um homem dias atrás e não custaria a ele, repetir a ação.


Opinião
Para o delegado regional, Adroaldo Schenkel, as medidas são brandas e não inibem a criminalidade, já que o objetivo da internação dos adolescentes não ataca a restrição da liberdade como punição. “A legislação é protetiva para os menores. Ela prevê a proteção e a ressocialização. São colocados no Case apenas os adolescentes que cometeram delitos muito graves ou com violência, mas de forma reiterada”, comenta.


Dessa forma, segundo o delegado, estão no Case apenas os adolescentes considerados perigosos para a sociedade. “Há casos de adolescentes capturados diversas vezes por tráfico de drogas, que não ficam apreendidos, porque o tráfico não teria violência”, exemplifica e acrescente: “E mesmo que um adolescente mate três pessoas e receba sentença máxima, ele vai ficar apenas três anos com restrição de liberdade, sem contar que a legislação prevê reavaliação periódica de sentença, o que pode acelerar a liberdade. Eu sou favorável à internação em caráter de sanção; de pena ampliada; da redução da maioridade penal”, completa.

Gostou? Compartilhe