Operação Viagem Segura de Revolução Farroupilha começa hoje nas rodovias

Ação encerra no domingo e visa educação no trânsito e combate a acidentes

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Operação Viagem Segura da Revolução Farroupilha começou na primeira hora desta quinta-feira (19) e se estende até à última hora de domingo (22) nas rodovias do estado.  As fiscalizações serão feitas com a união da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil e visam a educação no trânsito e o combate a acidentes. É a 107ª edição da Operação no Estado do Rio Grande do Sul.

 

A Viagem Segura Farroupilha coincide com a Semana Nacional de Trânsito 2019 e tem apoio da campanha “A escolha é sua”, que alerta para dois dos comportamentos de risco mais frequêntes e nocivos observados na estrada: o excesso de velocidade e a falta de uso do cinto de segurança.

 

“Estaremos todos trabalhando para todo mundo voltar pra casa em segurança. Nosso compromisso é com a vida e a consciência de todos é a garantia de termos um trânsito mais humano, fraterno e menos violento”, destacou a diretora institucional do DetranRS, Diza Gonzaga.

 

A Viagem Segura também estará presente nos postos policiais da PRF e do CRBM, além de praças de pedágio da EGR e da CCR Via Sul, concessionária responsável pelos trechos gaúchos das rodovias federais (BRs) 101, 290 (Freeway), 386 e 448. Nestes locais também serão distribuídos o Guia da Viagem Segura, material educativo que traz orientações aos condutores sobre segurança nas rodovias.

 

Números

 

De acordo com dados do DetranRS apresentados pelo chefe da Assessoria Técnica da Autarquia, Silvério Kist, entre 2017 e 2018 o feriado de 20 de setembro teve uma média de 6,24 óbitos por dia, ou o mesmo que  dizer que a cada quase 4 hora uma pessoa morreu no trânsito.  No ano passado foram 20 acidentes fatais, com 21 mortes em cinco dias. 

 

Já nos últimos 12 anos, o ano com mais acidentes foi 2011, quando 35 pessoas morreram em cinco dias. Em relação a média mortes por dia, a menor histórica foi em 2007 (três mortes/dia), e a maior em 2014 (média de nove mortes/dia). De 2007 a 2018, 287 vidas foram perdidas nos feriados de Revolução Farroupilha.

Gostou? Compartilhe