Polícia Civil adere à campanha ?EURoeNão é Não?EUR? contra importunação sexual de mulheres

Iniciativa da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos faz a distribuição de tatuagens removíveis com a mensagem

Por
· 1 min de leitura
Delegada Nadine Anflor (E) ao lado de Bianca Feijó, do Departamento de Políticas para Mulheres da SJCDHDelegada Nadine Anflor (E) ao lado de Bianca Feijó, do Departamento de Políticas para Mulheres da SJCDH
Delegada Nadine Anflor (E) ao lado de Bianca Feijó, do Departamento de Políticas para Mulheres da SJCDH
Você prefere ouvir essa matéria?

A aplicação de uma tatuagem removível no braço da Chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor, na manhã de terça-feira (28), marcou a adesão da Polícia Civil à Campanha “Não é Não” contra situações de importunação sexual às mulheres. A tatuagem, que traz o nome da campanha, será distribuída a todas que quiserem se unir ao coro de mulheres e meninas que há muito pedem por respeito e igualdade.

A campanha é uma promoção do Departamento de Políticas para as Mulheres, da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, e conta com apoio da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Civil. As instituições estarão juntas, no próximo dia 31, a partir das 17h, no Planeta Atlântida 2020, levando a campanha para conhecimento de todos os participantes.

“O foco é instruir homens e mulheres para uma mudança de comportamento social”, afirma a delegada Nadine Tagliari Farias Anflor, que aproveitou o momento da tatuagem para gravar um vídeo, que será divulgado nas redes sociais, chamando às mulheres gaúchas a participar da campanha.

Gostou? Compartilhe