Policial Militar morre atropelado durante perseguição em Erechim

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/BMDivulgação/BM
Divulgação/BM
Você prefere ouvir essa matéria?

Um policial militar morreu atropelado neste sábado (6), quando participava de uma barreira policial para prender dois homens que teriam arremessados objetos no Presídio Estadual e Erechim. Jhonatan Caverzan Grendene Maximovitz, de 28 anos, chegou a ser socorrido e foi levado em estado grave ao Hospital de Caridade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no começo da noite. 

Segundo o registro policial ele participava de uma barreira policial na rua paralela à BR 153, ao lado da elevada, quando os dois homens, em um Monza, tentaram furar o bloqueio e atropelaram o policial. Na sequência eles ainda colidiram contra um Palio que passava pelo local. 

A dupla teria sido flagrada por câmeras de vídeo monitoramento no final da tarde arremessando objetos no presídio. Os policiais montaram uma barreira para deter a dupla, mas eles não respeitaram a ordem de abordagem e provocaram o acidente. Eles acabaram presos em flagrante.

O soldado Maximivitz ingressou na Brigada Militar em 2016 e estava lotado no 13º BPM em Erechim. Em nota a Brigada Militar se solidarizou com os familiares e amigos neste momento difícil. 

Gostou? Compartilhe