Comunidade se mobiliza para recuperar imagem de Santa Rita

A imagem que ficava no oratório, ao lado da igreja, sumiu há cerca de uma semana

Por
· 1 min de leitura
Luciano Breitkreitz/ON Luciano Breitkreitz/ON
Luciano Breitkreitz/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Há uma semana moradores do loteamento Santa Rita em Passo Fundo tentam solucionar o mistério do desaparecimento de uma imagem que ficava em um oratório anexo à igreja do bairro. Na manhã da última quinta-feira (3), membros do Conselho da Comunidade Santa Rita perceberam que imagem da Santa não estava mais no lugar que costumava ficar. Inicialmente pensaram que algum membro da comunidade tivesse retirado ela do lugar para fazer limpeza ou manutenção.

Ivandro Trindade é membro do Conselho, e mora em frente à igreja. Ele disse que demorou alguns dias para que fossem contatadas todas as pessoas da comunidade, foi então que levantou-se a possibilidade do furto. “Ela simplesmente desapareceu”, disse Ivandro. A comunidade seguiu mobilizada, mas até a tarde de ontem, não havia informações sobre o paradeiro da imagem.

A igreja foi construída há uma década, e a imagem de Santa Rita permanece no local desde então, porém, há dois anos, houve uma reforma no local. O espaço foi equipado com uma  queda d’agua, com pedras, formando uma cachoeira. Ivandro diz que a movimentação de pessoas é bastante intensa entre os devotos de Santa Rita, que vão até local para levar rosas ou acender velas. “Principalmente no final de semana quando tem missa, muitas pessoas vêm até este local para fazer suas orações”, disse ele.

Apelo na redes sociais

Membros da comunidade chegaram a fazer publicações nas redes sociais solicitando que se alguém tivesse notícias da imagem, que entrasse em contato. “Vamos precisar repor, provavelmente colocar uma maior, que será mais difícil para furtar”, explicou.

Todos os anos, no mês de maio, devotos da região participam da procissão em homenagem à Santa Rita, que é um grande evento para o bairro. “Inicia no pórtico de entrada da Roselândia e as pessoas vão andando até igreja. Em seguida, acontece um churrasco e uma festa, que dura todo o domingo e reúne milhares de pessoas”, disse Ivandro. Neste ano, por conta da pandemia, a procissão não aconteceu.

Ele disse que os fiéis demonstraram muita surpresa com o furto da imagem, que tinha um grande valor simbólico para os moradores do local. “A fé das pessoas vale mais que a imagem, mas é importante ter uma referência de Santa Rita na comunidade”, finalizou.

Santa das causas impossíveis

Santa Rita é venerada como protetora contra a peste, provavelmente pelo fato de ter se dedicado em vida ao cuidado dos enfermos de peste, sem contrair jamais a doença. Este foi o principal motivo pelo qual era começou a ser conhecida como a Santa das Causas Impossíveis.

Gostou? Compartilhe