?EURoeQueremos construir as façanhas do nosso tempo?EUR?, diz Eduardo Leite na Federasul

Na noite desta terça (9), governador participou da posse da presidente da Federasul, Simone Leite, reconduzida ao cargo

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Após um dia dedicado ao balanço dos 100 dias de gestão, o governador Eduardo Leite participou, na noite desta terça-feira (9), da posse da presidente da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), Simone Leite, e da diretoria da entidade. Além de destacar algumas das principais medidas adotadas até agora, o governador projetou os próximos passos e pediu apoio para conseguir retomar o crescimento do estado.

 

“Se vocês têm coragem de empreender, de surpreender, de inovar e enfrentam as dificuldades e insistem, apesar de tudo, eu não tenho como ter outra atitude que não seja a de corajosamente enfrentar os temas mais espinhosos para dar condições de competitividade para quem aqui investe”, afirmou o governador à plateia de empresários.

 

“Mais do que nos orgulharmos das façanhas do passado, queremos construir as façanhas do nosso tempo, para servir de modelo aos gaúchos de hoje e de amanhã”, completou Leite, fazendo alusão à nova marca do governo.

 

Lançada na manhã desta terça (9), é composta apenas pela expressão “gov.RS”, nas cores da bandeira do Estado, acompanhada da frase “novas façanhas”, remetendo ao hino gaúcho, como reconhecimento aos feitos realizados, mas também apontando para o futuro, ao propor que o Rio Grande do Sul construa as façanhas do nosso tempo, para servir de modelo aos gaúchos de hoje e de amanhã.

 

Reconduzida ao cargo, Simone Leite foi a primeira mulher a presidir uma entidade empresarial no estado e, agora, também é a primeira a ser reempossada. Em seu discurso, a presidente reforçou que acredita na capacitação e na conscientização da classe empresarial para ocupar espaços públicos de decisão: “Só construiremos um estado e um país melhor se houver união das classes produtivas e políticas”, disse a presidente da Federasul.

 

Entre as bandeiras que a entidade defende, e que Simone reforçou com o governador, está a redução de alíquotas de ICMS, privatizações e parcerias público-privadas (PPPs), redução de burocracia e tributos, e reformas estruturantes. “Seremos parceiros do poder público para mudar e melhorar a vida dos gaúchos”, afirmou a dirigente.

 

Simone, os 12 vice-presidentes e os responsáveis regionais que compõem a Diretoria Executiva eleita ficam no comando da Federasul até 2020. A renovação dos membros da diretoria foi de mais de 40% e a eleição, por aclamação em Assembleia Geral Ordinária, contou com a presença de 112 associações filiadas.

 

Federação reúne 168 filiadas

Entidade de livre associação e sem fins lucrativos, integrante do maior sistema associativo do país, a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), a Federasul conta com 168 filiadas, reunindo forças econômicas e produtivas de todos os setores da economia gaúcha: associações comerciais, industriais, de serviço, agricultura e tecnologia.

 

A Federasul trabalha, também, junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário na busca da melhoria da legislação referente ao mercado e de indicadores de eficiência da gestão pública.

Gostou? Compartilhe