CARAZINHO: Com leitos de UTIs lotados, direção de hospital publica nota

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

A direção do Hospital de Caridade de Carazinho publicou, na segunda-feira (22) uma nota oficial pedindo à população o cumprimento dos protocolos determinados pelo Ministério da Saúde na tentativa de estancar os casos de Covid-19 no município. Segundo a nota, Carazinho encontra-se no pior momento da pandemia. Até ontem, os 9 leitos de UTIs estavam ocupados. Do total de 21 leitos clínicos existentes, apenas um estava disponível. O município tem 4.215 casos confirmados e 359 casos ativos. 

Segundo o administrador do Caridade, Felipe Sohne, o quadro começou a se agravar na quinta-feira da semana passada. Para dar conta da demanda, a direção conseguiu isolar uma área e abrir seis novos leitos. “Se não fosse essa medida seríamos obrigados a encaminhar pacientes para outros municípios. Chegamos no limite. A situação é crítica e preocupante”, alerta o administrador.

Além da falta de leitos, o hospital, assim como os demais em diversas regiões do estado, enfrenta dificuldades em relação ao quadro de profissionais da saúde. Pelo menos 40 deles estão afastados em tratamento da Covid-19 ou por suspeitas de contágio. “ Esse dado representa 10% do nosso quadro. É preciso respeitar esses profissionais de saúde que estão há quase um ano atuando na linha de frente. Essa situação nos levou a publicar a nota. Se acontecer outra onda não sabemos se teremos vagas. Pedimos a conscientização da população. O momento é muito delicado”, enfatiza Felipe.


Gostou? Compartilhe