Passo Fundo já vacinou mais de 12 mil pessoas no grupo das comorbidades

O município se prepara para a vacinação dos próximos grupos prioritários

Por
· 1 min de leitura
Em torno de 2,7 mil pessoas receberam a segunda dose da CoronaVac nesta semana (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)Em torno de 2,7 mil pessoas receberam a segunda dose da CoronaVac nesta semana (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
Em torno de 2,7 mil pessoas receberam a segunda dose da CoronaVac nesta semana (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

A vacinação do grupo de pessoas com comorbidades avança em Passo Fundo. Mais de 12 mil pessoas já receberam a primeira dose, conforme a Secretária Municipal de Saúde, Cristine Pilati. “Achamos que está no fim, superou nossa previsão. A gente acredita que não tem mais 2% deste grupo para vacinar”, disse a secretária.

Desta forma, a cidade começa a se preparar para a vacinação dos próximos grupos prioritários. O primeiro será de pessoas em situação de rua, e, em seguida, funcionários do sistema de privação de liberdade e a População Privada de Liberdade. O último grupo elencado pela secretária é o de Trabalhadores da Educação do Ensino Básico, começando pela Educação Infantil.

Esses grupos devem começar a ser vacinados a partir da chegada de vacinas da Pfizer. Na próxima segunda-feira (24), o estado irá distribuir 108 mil doses desse fabricante. O município firmou parceria com Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) para utilização do ultra-freezer e os servidores passaram por treinamento na manhã de ontem (20). “Já estamos preparados. É uma vacina mais complicada porque exige uma diluição” explicou Cristine. 

A vacina da Pfizer também será ofertada para gestantes, já que a fabricante autoriza a vacinação do grupo. “Quem não fez ainda, se tiver atestado médico poderá fazer a vacina da Pfizer. A gestante vai ter que buscar uma declaração”, ressaltou a secretária. A vacinação do grupo com a vacina da Oxford/Astrazenca foi suspensa após orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) devido a eventos adversos.

CoronaVac

Passo Fundo recebeu 3,7 mil doses da CoronaVac nesta semana para a aplicação das segundas doses (D2) em atraso. No entanto, a Secretaria acredita que as doses não serão suficientes para zerar o atraso. “Nós acreditamos que ainda vai haver uma falta de 5%, aproximadamente 300 doses”, avaliou Cristine. O motivo apontado é que os frascos teriam menos doses do que o indicado. "Acreditamos que isso é decorrente da quebra de doses por frasco”, apontou a secretária.

Nos últimos dois dias foram vacinadas em torno de 2,7 mil pessoas. Mais de 1,2 mil pessoas ainda aguardam a D2. 

Vacinação com CoronaVac ocorre no CTG Lalau Miranda (Foto: Luiz Carlos Schneider/ON)


Gostou? Compartilhe