Janssen adia entrega de 3 milhões de vacinas contra a Covid-19

Ministério acredita que doses devem ser chegar nesta semana

Por
· 1 min de leitura
As vacinas possuem validade até o dia 27 de junho (Foto: Agência Brasil)As vacinas possuem validade até o dia 27 de junho (Foto: Agência Brasil)
As vacinas possuem validade até o dia 27 de junho (Foto: Agência Brasil)
Você prefere ouvir essa matéria?

O Ministério da Saúde confirmou hoje (14) que a farmacêutica Janssen adiou a entrega de um novo lote de 3 milhões de doses de imunizantes para o combate à covid-19 que chegaria ao Brasil amanhã (15). O ministério acredita que a entrega das 3 milhões de doses deve ocorrer nesta semana. A pasta afirmou que a empresa não explicou os motivos ou quando o lote será enviado. 

O lote consistia em um adiantamento anunciado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, no fim de semana. Elas possuíam validade até o dia 27 de junho. No entanto, a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a ampliação do prazo de validade da vacina da Janssen de três para quatro meses e meio, sob temperatura de 2ºC a 8ºC.

Com o adiamento da entrega, o desafio de garantia da logística e aplicação do imunizante fica mais complexo. No cronograma original, com a chegada amanhã, a previsão era que demorasse dois dias para começar a distribuir as doses aos estados.

Gostou? Compartilhe