MEDICINA & SAÚDE - Tecnologia inovadora para o tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson 

Expertise da equipe neurocirúrgica é um dos diferenciais nesta área, sendo a primeira a realizar a técnica de Estimulação Cerebral Profunda em Passo Fundo, no ano de 2016

Por
· 1 min de leitura
A equipe realiza o tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson (Foto – Divulgação-HCPF)A equipe realiza o tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson (Foto – Divulgação-HCPF)
A equipe realiza o tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson (Foto – Divulgação-HCPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

O avanço nos tratamentos disponibilizados aos pacientes com diagnóstico da Doença de Parkinson permite a expectativa de retomada de atividades rotineiras, antes impossibilitadas devido à doença. A tecnologia é uma das aliadas neste processo, unida com a experiência e dedicação dos profissionais envolvidos nesta área de estudo. Em Passo Fundo, uma equipe de neurocirurgiões é pioneira na aplicação de uma técnica inovadora para o tratamento do Parkinson, chamada de Estimulação Cerebral Profunda (DBS em inglês). Por meio deste procedimento, eletrodos direcionais são implantados no cérebro e conectados a um neuroestimulador. “Este procedimento representa um avanço no tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson, pois permite uma estimulação cerebral mais precisa com melhores resultados e com menos efeitos colaterais aos pacientes”, evidencia o neurocirurgião Dr. Leonardo Frighetto.


Indicações

O especialista destaca, ainda, as indicações deste procedimento. “O tratamento cirúrgico é indicado para pacientes portadores de Doença de Parkinson cujos sintomas não são adequadamente controlados pelo tratamento medicamentoso, visando reestabelecer a funcionalidade, independência e melhorar a qualidade de vida destas pessoas. (controlando o tremor)”, explica o neurocirurgião. 

 

Pioneirismo e expertise

Esta equipe realiza o tratamento cirúrgico da Doença de Parkinson desde 2005, tendo participado da primeira cirurgia realizada no estado e realizado mais de 80 cirurgias em Porto Alegre, no Hospital Moinhos de Vento e Hospital de Clínicas. Foi também a primeira equipe a realizar esta cirurgia em Passo Fundo no ano de 2016. Compõem a equipe do Centro de Neurocirurgia Funcional e Dor do Hospital de Clínicas de Passo Fundo os neurocirurgiões Leonardo Frighetto, Jorge Bizzi e Paulo Oppitz e o neurologista Alan Fröhlich. A estrutura do Centro de Neurocirurgia Funcional e Dor conta também com o apoio do Programa de Residência Médica em Neurocirurgia UFFS/HC, único programa desenvolvido na cidade de Passo Fundo. “Até o presente momento, somente quatro cirurgias utilizando esta tecnologia foram realizadas no Rio Grande do Sul, sendo que as outras duas foram realizadas pela mesma equipe de neurocirurgiões, no Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre”, completa Leonardo. 


Gostou? Compartilhe