CNC: comércio terá a melhor contratação de temporários desde 2013

Expectativa é de mais de 94,2 mil vagas para atender o movimento no final do ano

Por
· 1 min de leitura
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Você prefere ouvir essa matéria?

O comércio varejista terá a melhor contratação de trabalhadores temporários para o Natal desde 2013, de acordo com a previsão divulgada na sexta-feira (24) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

Segundo o economista sênior da CNC, Fabio Bentes, as contratações no comércio vinham crescendo desde o final de 2016, lentamente, embora sem alcançar o ritmo observado em 2013 (115,5 mil), até que veio a pandemia no ano passado e as contratações despencaram de 91,6 mil trabalhadores, em 2019, para 68,3 mil, em 2020. Esse foi o menor número desde 2015 (67,4 mil). Para 2021, a expectativa é de mais de 94,2 mil vagas para atender o movimento sazonal de fim de ano. A previsão é de que as vendas deverão crescer 3,8% no Natal. 

Segmentos

Os segmentos que vão concentrar a maior parte das contratações são vestuário (57,91 mil) e hiper e supermercados (18,99 mil), que vão responder, juntos, por mais de 80% das vagas a serem criadas. 

De acordo com a CNC, enquanto o faturamento do varejo como um todo cresce em média 34% na passagem de novembro para dezembro, no segmento de vestuário o faturamento costuma subir 90%.


Gostou? Compartilhe