OPINIÃO

Os reflexos da eleição

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Dentre os seis municípios da 70ª Zona Eleitoral em apenas dois os atuais prefeitos concorreram à reeleição. Em Getúlio Vargas, Pedro Paulo Prezzotto (DEM), coligado com o PP, do candidato a vice-prefeito Maurício Soligo, e ainda com o PTB e PSDB recebeu 5.349 votos (51%). Prezzotto e Soligo superaram a soma dos votos recebidos pelos outros dois candidatos (5.140 / 49%). O PDT e PPS, que em 2008 integravam a aliança vencedora se coligaram neste pleito ao PMDB sem, no entanto agregar votos. Na eleição passada Osvaldo Antunes de Oliveira (PMDB) com chapa pura fez 3.044 votos e nesta 3.319 votos. O PT, que na antevéspera da eleição substituiu o candidato Dino Giaretta pelo vereador Irineu Queiroz recebeu 1.070 votos a menos do que em 2008.

II
O outro prefeito reeleito foi Vilson Babicz (PT), de Floriano Peixoto. Esta foi à quinta eleição municipal no ex. distrito de Getúlio Vargas e a quarta vitória de Babicz e seu vice Everaldo Salvador (PT). Na entrevista concedida na noite de domingo (7) a jornalista Marli Bertotti, Babicz e Salvador lembraram as dificuldades enfrentadas no primeiro mandato e dos avanços no segundo e agora neste, que encerra em 31 de dezembro. A coligação do PT, PDT e PPS obteve 997 votos (53,17%) e a chapa majoritária de oposição, formada elo PMDB, PP, PTB e DEM 878 votos (46,83%). Nesta legislatura a administração conta com apenas quatro das cinco cadeiras da Câmara de Vereadores, situação que vai se inverter na próxima.

III
Os atuais vice-prefeitos de Estação, Erebango e Sertão foram eleitos para governar seus municípios a contar de 1º de janeiro. Geverson Zimmermann (PSDB) e o médico e ex. vereador Daniel Caramori (PP), coligados com o PTB e PSB foram eleitos prefeito e vice respectivamente, com 2.350 votos (53,84) em Estação. Ênio Meregalli (PP), eleito prefeito de Erebango com 1.120 votos (52,63%) e seu vice Vilmar Vechiatto (PP), mantiveram a coligação vitoriosa dos últimos pleitos com o PMDB. Em Sertão Marcelo Dagostini (PP), coligado com o PDT, PT e PC do B foi eleito com 2.433 votos (51,96%). O professor Adelar Mosi Antunes (PP) encerra mais um mandato na Câmara de Sertão e assume o posto de vice-prefeito.

IV
No município de Ipiranga do Sul, que se emancipou de Getúlio Vargas no dia 20 de abril de 1988, o PMDB não conseguiu manter a invencibilidade das últimas seis eleições. Com uma diferença de onze votos o PTB elegeu Mário Luís Ceron e Marco Antônio Sana, prefeito e vice-prefeito. Eles obtiveram 918 votos (50,30%) e Pedro Rodigheiro (PMDB) e seu vice 907 (49,70%). Em Charrua, que integra a 100ª Zona Eleitoral, Vanderlei Simionatto (PDT), candidato de consenso a prefeito, e seu vice Ricardo Luiz Montagner (PT) fizeram 1.299 votos (56,90%). Os votos brancos (13,23%) e nulos (29,87%) foram considerados alto, mas se equiparam aos de outras cidades onde também houve apenas uma candidatura à eleição majoritária.

Curtas:
# Dos atuais nove vereadores da Câmara de Getúlio Vargas seis se candidataram a reeleição e apenas três se elegeram.
# O prefeito Pedro Paulo Prezzotto (DEM) confidenciou para algumas pessoas antes da eleição que gostaria de continuar tendo na bancada governista o vereador Elói Nardi (PP).
# O mais antigo vereador do legislativo getuliense será diplomado como segundo suplente, atrás do professor Nelson Rogalski, também do PP e integrante da coligação Aliança Por Getúlio Vargas.
# Neste mandato Prezzotto conta com seis vereadores da base governista e na próxima legislatura este número cairá para cinco.
# Na rádio corredor tem sido dito que Elgido Pasa (PP), o candidato a vereador que recebeu o maior número de votos (847) deverá reassumir a Secretaria da Saúde.
# De igual modo o vereador Vilmar Soccol (PTB), o segundo mais votado para a Câmara de Getúlio Vargas (641) para a Secretaria das Obras.
# O PMDB, que em 2008 elegeu apenas um vereador no município que tem como patrono o ilustre filho de São Borja, ocupara três cadeiras na Câmara e a outra será de Nilton Scariot (PT).
# Dos nove vereadores da Câmara de Erebango a bancada governista terá a contar de 1º de janeiro oito membros e a oposição apenas um.
# Dentre os municípios da 70ª Zona Eleitoral apenas o prefeito eleito de Ipiranga não terá a maioria na Câmara.

 

Gostou? Compartilhe