OPINIÃO

Fatos 27/11/2012

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Denúncias I

As denúncias contra o arquiteto José Francisco Thormann e a consequente exoneração do cargo de diretor do Daer, confirmada ontem pelo governador Tarso Genro, reforçam a posição do PSB dentro do governo do Estado. Thormann foi o pivô da saída de Beto Albuquerque do governo. Beto disse, logo que deixou a secretaria de Infraestrutura que tem confiança zero em Thormann. A vaga permanecerá com o PT, mas para evitar novos atritos internos, o nome passará pela avaliação prévia do atual secretário Caleb de Oliveira.

Denúncias II

Pesam contra Thormann o fato de ter tido uma viagem para a Suiça paga pela empresa Geobrugg AG e uma procuração da empresa de consultoria financeira a Globalmeta Participações e Administração Ltda. O Ministério Público vai investigar as denúncias contra o ex-presidente do Daer.

Procon

O prefeito eleito Luciano Azevedo acerta em cheio na escolha de Rogério Silva para a direção do Procon. O jornalista, mestre, professor é uma das pessoas mais dedicadas e competentes que esta colunista conhece e teve o privilégio de conviver. Mais do que isso, Rogério é persistente e extremamente determinado. Responsável pelo sucesso do Balcão do Consumidor da UPF, saberá fazer com que o Procon cumpra o papel para o qual foi instalado em passo Fundo.

Dúvida

Se o Hemopasso passar a ser administrado pelo Estado, como se pretende através de convênio, como fica a função de diretor? Atualmente, o cargo é indicado pela administração municipal. No caso de ser gerido pelo Estado, o cargo será indicação do governo?

Fim do mundo

Durante uma hora, ontem à tarde, alguns servidores do Google ficaram fora, deixando muita gente sem e.mail e outros serviços. O suficiente para gerar uma espécie de pânico coletivo e atrasar trabalhos como os da redação de ON. Confesso: não sei mais viver sem a Internet: dependênciatotal.com. 

Gostou? Compartilhe