OPINIÃO

Fatos 15/04/2015

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Experiências
A bancada do PT na Câmara de Vereadores vai protocolar, nos próximos dias, um pedido de formação de comissão especial para acompanhar o processo de licitação para renovação da concessão do transporte público urbano de Passo Fundo. A iniciativa ganhou força depois que os vereadores Isamar Oliveira e Rui Lorenzatto acompanhados do presidente do diretório municipal, Neri Gomes, visitaram o prefeito de Carazinho, Renado Süss, e conheceram de perto como o município realizou seu processo licitatório e conseguiu reduzir o preço da tarifa de R$ 2,40 para R$ 1,65.  Detalhe, a empresa vencedora, Glória, é a mesma que sempre prestou o serviço. A experiência de Carazinho teve por base o modelo de Curitiba. Os petistas acreditam que Passo Fundo pode fazer um processo nos mesmos moldes e, através da comissão especial, pretendem abrir espaço para diálogo e apresentação de outras experiências. A bancada petista decidiu acelerar o pedido de formação da comissão, por conta do decreto publicado ontem pelo prefeito Luciano Azevedo, reajustando o valor da tarifa do ônibus para R$ 2,85.

Falsa ideia
A Promotora de Justiça Cleonice Aires, que atua na Coordenadoria da Infância e Juventude, contrária a redução da maioridade penal, diz que a sociedade tem uma falsa ideia de impunidade do menor que comete ato infracional. Para desmistificar esta teoria, a promotora realizou uma pesquisa, de consumo interno, entre 2009 e 2010 em que constatou que menores envolvidos em situação de roubo cumpriam de forma efetiva as medidas punitivas estabelecidas pela lei, enquanto que os adultos maiores de idade com a mesma imputação não tinham o mesmo destino. As razões, neste caso, são as mais variadas. A promotora entende que o Congresso Nacional está sendo irresponsável em dar andamento ao Projeto de Emenda Constitucional, que altera a idade penal de 18 para 16 anos, sem um debate adequado.  

Resposta
Sobre o programa Bairro a Bairro, a administração municipal informa que todas as ações e intervenções urbanas são precedidas de reuniões com a participação do prefeito, secretários e comunidade, em que são definidos os trabalhos e acertadas as datas. No último sábado, o programa esteve no Loteamento César Santos, após a realização de duas reuniões com representantes dos moradores que organizaram o cronograma dos serviços a serem executados no local. A explicação já havia sido dada pelo líder do governo na Câmara,  vereador Alex Necker, PCdoB.
 
Opção
Com uma atuação de quase 30 anos nas lutas sindicais e populares de Passo Fundo, Bradimir da Silva surpreendeu a cúpula local do PSTU ao encaminhar seu pedido de desfiliação. Por conta da decisão, o partido divulgou em que lamenta e agradece a Bradimir pelos anos de dedicação, informando que ele não fala mais em nome do PSTU. “Muito nos orgulha ter tido este dedicado companheiro em nossas fileiras somando força na busca de uma sociedade mais justa e igualitária”. A decisão de Bradimir, que já concorreu a prefeito de Passo Fundo e também a deputado federal, foi pessoal e de cunho religioso. Evangélico, disse não haver mais compatibilidade com a atuação política.

Gostou? Compartilhe